Coimbra  12 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Seminário de Coimbra prepara o futuro com visita virtual em tempo de pandemia

25 de Março 2021 Jornal Campeão: Seminário de Coimbra prepara o futuro com visita virtual em tempo de pandemia

Uma visita virtual a três dimensões (3D) ao Seminário Maior de Coimbra, hoje apresentada, é uma solução para ultrapassar as restrições de acesso face à pandemia e uma aposta na captação de turistas no futuro.

Através da “Visita Virtual 3D”, um serviço gratuito de acesso aos recantos e bens culturais deste estabelecimento de ensino eclesiástico inaugurado em 1765, o público tem oportunidade de “ver coisas em pormenor que na visita presencial não podia conhecer”, refere o reitor do Seminário de Coimbra, Nuno Santos.

“Esta é uma visita guiada tridimensional num tempo em que não se pode visitar o Seminário”, de forma a “manter a ligação com aqueles que um dia poderão visitar este espaço”, salientou.

Numa sessão em que intervieram o presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal, Pedro Machado, e o padre Nuno Santos, o novo serviço foi apresentado como alternativa digital para “dar a conhecer um espaço significativo e relevante na cidade de Coimbra e na região”.

“Também esta visita 3D vai permitir ver espaços em construção, como a cúpula do edifício, que está a ser restaurada”, disse Nuno Santos, na “expectativa de que as pessoas possam conhecer e ter um contacto com o Seminário que de outro modo não teriam”, no contexto da actual pandemia da covid-19 ou por outras diferentes razões.

Segundo Pedro Machado, “esta iniciativa inscreve-se numa tendência nacional e internacional para o reforço da promoção do digital” para facilitar o acesso a museus, monumentos e outros bens culturais de fruição turística.

“É um contributo valioso e um instrumento ajustado às contingências que vivemos”, sublinhou o presidente da Turismo do Centro.

Também no futuro, sem os condicionamentos da actual situação de saúde pública, as pessoas motivadas pela incursão remota 3D “poderão vir a aconselhar a visita” presencial a outros interessados, frisou.

Assente nas novas tecnologias e apoiado pela entidade liderada por Pedro Machado, este projecto “é o primeiro” do género na Diocese de Coimbra e deverá ser incluído num roteiro turístico de espaços virtuais, revelou Nuno Santos.

“Há o interesse das pessoas acederem a este serviço”, referiu o reitor, indicando que os visitantes poderão efetuar donativos pela sua fruição gratuita.

Iniciadas há três anos e de momento suspensas por razões de segurança sanitária, as visitas guiadas presenciais ao Seminário Maior de Coimbra duram cerca de uma hora, custando cinco euros os ingressos individuais ou, no caso dos grupos, três euros por pessoa.