Coimbra  7 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Segunda versão do sistema DAPAS chega aos utentes da Cáritas Diocesana de Coimbra

2 de Abril 2021 Jornal Campeão: Segunda versão do sistema DAPAS chega aos utentes da Cáritas Diocesana de Coimbra

A segunda versão do sistema DAPAS chega agora aos utentes das Estruturas Residenciais e Serviço de Apoio Domiciliário, da Cáritas de Coimbra, que participam no projecto, cumprindo as devidas normas de segurança e higienização.

Nos últimos meses, a equipa do Departamento de Inovação da Cáritas Diocesana de Coimbra trabalhou, em conjunto com os parceiros tecnológicos, na implementação do ‘feedback’ dos utentes para a optimização da tecnologia a ser desenvolvida no projecto DAPAS. Concluída essa fase de cocriação, que visava a adequação do sistema às necessidades dos utentes, foi iniciada a instalação da segunda versão do sistema DAPAS, na passada terça-feira, dia 30.

O objectivo do projecto DAPAS é integrar pacotes de serviços diferenciados que aumentam a segurança, apoiam as actividades da vida diária e facilitam a comunicação. A segunda versão consiste numa box com o sistema EMMA, um ponto ECO, uma lâmpada inteligente e um sensor de movimento, que se juntam a um tablet que os participantes obtiveram na primeira versão. Estes equipamentos permitem aos participantes utilizar as funções por intermédio da voz. Além disso, novos jogos foram integrados, o que aumenta a possibilidade de realizar treino cognitivo para a promoção de envelhecimento activo.

Para não colocar a saúde dos participantes em risco, a equipa de investigação realizou uma sessão de formação e demonstração de como utilizar o sistema com os cuidadores formais dos participantes. Sendo que, serão os cuidadores habituais que realizarão a instalação do sistema directamente com os utentes.

O sistema foi muito bem recebido pelos participantes. Muitos afirmam que o tablet tem sido a sua companhia nesses tempos de isolamento social, proporcionando o contacto com outras pessoas (familiares ou cuidadores) através de videochamadas. Em outras situações, os jogos cognitivos têm sido os preferidos dos utentes que ficam entretidos enquanto cumprem com as restrições de circulação impostas pela pandemia.

O projecto DAPAS é cofinanciado pelo Programa Europeu AAL (Active Assisted Living – ICT for Ageing, 2017) e, no caso português, pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.