Coimbra  23 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos prestou homenagem a profissionais

24 de Junho 2024 Jornal Campeão: Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos prestou homenagem a profissionais

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) assinalou no sábado (22), na Sala D. Afonso Henriques do Convento São Francisco, em Coimbra, o Dia do Médico com uma cerimónia emotiva e solene de homenagem aos profissionais que completam 50 e 25 anos de inscrição na Ordem dos Médicos.

A sessão comemorativa, que começou às 15h00, reuniu médicos de várias sub-regiões, celebrando não apenas a dedicação dos homenageados, mas também o significado histórico e o impacto social da sua contribuição ao longo das décadas. Entre os presentes estavam não só os médicos distinguidos, mas também membros da SRCOM e convidados especiais.

O presidente da SRCOM, Manuel Teixeira Veríssimo, destacou a importância do evento como uma oportunidade para reconhecer “o esforço e a capacidade de entrega dos médicos que têm demonstrado uma total abnegação sempre que o País mais precisa”. Referindo-se à celebração dos 50 anos da Democracia em Portugal, Manuel Teixeira Veríssimo enfatizou o papel dos médicos como “verdadeiros pioneiros da Democracia”, democratizando o acesso aos cuidados de saúde.

Ao longo da cerimónia, foram homenageados 101 médicos: 31 que completam 50 anos de inscrição na Ordem dos Médicos e 70 que completam 25 anos. Estes profissionais foram reconhecidos pela sua dedicação à defesa da excelência nos cuidados de saúde e pela sua contribuição para a construção e consolidação do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Manuel Teixeira Veríssimo aproveitou também para sublinhar os desafios actuais que o SNS enfrenta, incluindo a necessidade de revitalização e reforma organizacional para melhorar as condições de trabalho e remuneratórias dos médicos. “É essencial que o SNS se torne mais atraente e competitivo para que os médicos portugueses possam continuar a contribuir com o seu melhor”, afirmou.

A cerimónia foi enriquecida pela presença do Quarteto de Cordas da Orquestra Clássica do Centro, que proporcionou momentos musicais de elevado requinte, e pelo Coro da SRCOM, que acrescentou um brilho especial ao evento.

Entre os médicos homenageados, destacam-se figuras emblemáticas que ao longo das suas carreiras contribuíram significativamente para a saúde dos portugueses, como Manuel Antunes, Adriana do Céu Azevedo Teixeira, Francisco Luís Marques Metelo e muitos outros que receberam a medalha evocativa pelos seus anos de serviço exemplar.

A cerimónia encerrou com um apelo claro à acção para melhorar as condições no SNS, destacando a necessidade urgente de adaptação às exigências contemporâneas e à evolução das necessidades sociais e científicas.

Este evento não só celebrou o passado e o presente da medicina em Portugal, mas também inspirou esperança num futuro onde os médicos possam continuar a ser pilares fundamentais da saúde pública.