Coimbra  25 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Saúde: Gestora substitui Carlos Santos no IPO de Coimbra

21 de Junho 2018

Margarida de Ornelas foi nomeada, hoje, pelo Conselho de Ministros, para substituir Carlos Santos na presidência do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Coimbra.

O gestor – que sucedera, há 13 meses, a Manuel António Leitão da Silva – transita para vogal do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universtário de Coimbra (CHUC), preenchendo a vaga aberta com a ida de Pedro Beja Afonso para a Unidade Hospitalar de Coimbra (estabelecimento da IdealMed, recentemente comprado pelo Grupo Luz Saúde).

A nomeação de Margarida de Ornelas, proveniente do Centro Hospitalar Entre o Douro e Vouga, tinha sido antecipada, pelo “Campeão”, em primeira-mão, a 14 de Junho.

O Ministério da tutela revelou-se insensível ao forte reparo à saída de Carlos Santos feito pelos directores dos serviços clínicos do Centro Regional de Oncologia do Centro, posição que foi corroborada pelos directores dos serviços não clínicos e pelas chefias de enfermagem.

Além de inoportuna, a transferência do gestor para outro hospital “expõe doentes e a instituição a uma grande fragilidade”, advertiram os autores do reparo.

“A nomeação de outro presidente, independentemente das suas características, implica uma ruptura e um recomeço indesejáveis, medida que pode comprometer todas as expectativas acalentadas pelos profissionais durante anos”, acentua um documento enviado ao ministro Adalberto Campos Fernandes e à presidente da Administração Regional de Saúde do Centro (Rosa Reis Marques).

Carlos Gregório dos Santos coadjuvara, até meados de Maio de 2017, o histórico timoneiro do IPO de Coimbra, Manuel António Leitão da Silva.

Maria do Rosário Velez Reis – que ascendeu, há 13 meses, ao anterior cargo de Carlos Santos – vai permanecer no CA do Centro Regional de Oncologia do Centro, órgão em que ingressam Ana Pais (como directora clínica, sucessora de Paula Alves), Luís Miguel Filipe e o enfermeiro João Moreira (substituto de Maria Soledade).

Os directores dos serviços clínicos do Centro Regional de Oncologia do Centro transmitiram à tutela a sua perplexidade por terem sido postos perante o então cenário de saída de Carlos Santos de forma abrupta e também deram conta da respectiva apreensão na medida em que o IPO de Coimbra está prestes a realizar um investimento de 37,60 milhões de euros em ampliação e renovação de equipamentos.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com