Coimbra  9 de Julho de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Saúde: Cuidados a ter com as baixas temperaturas

13 de Janeiro 2017 Jornal Campeão: Saúde: Cuidados a ter com as baixas temperaturas

O Departamento de Saúde Pública da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) reforça os conselhos a ter com a previsão de temperaturas baixas para os próximos dias, principalmente em relação às crianças e aos cidadãos mais velhos.

Quanto aos bebés e recém-nascidos, estes não devem sair de casa nos dias de frio intenso e, no caso de sair, deve-se agasalhar o bebé, principalmente a cabeça e as extremidades (mãos, orelhas e pés).

“Evite transportar as crianças em porta-bebés tipo mochila, que poderá comprimir as pernas e causar enregelamento, utilize várias camadas de roupa, em vez de uma única peça grossa, dê de beber regularmente ao bebé e transporte o bebé num carrinho que lhe permita movimentar-se para se aquecer e verifique se está bem protegido do frio”, aconselha o Departamento de Saúde Pública da ARSC.

Em relação às pessoas idosas refere-se que precisam do acompanhamento dos familiares ou prestadores de cuidados para que sejam tomadas as medidas adequadas, em situações de frio, nomeadamente no que respeita à alimentação, vestuário, cuidados com equipamentos de aquecimento e precauções ao sair de casa.

“Os familiares, amigos e vizinhos têm um papel importante, devendo manter um acompanhamento de proximidade, sempre que possível, de pessoas idosas sós ou isoladas, fazendo um telefonema ou contactando pessoalmente, pelo menos uma vez por dia, para prestar ajuda e verificar o seu estado de saúde e conforto”, refere-se

Para todas as pessoas, as medidas adequadas em situações de frio são as seguintes: Mantenha o corpo hidratado e quente; proteja-se do frio; mantenha a casa quente; mantenha-se especialmente atento se tiver algum problema de saúde.

Aconselha-se, ainda o uso de várias camadas de roupa, em vez de uma única muito grossa, e não usar roupas demasiado justas que dificultem a circulação sanguínea.

Deve-se, também, proteger as extremidades do corpo (com luvas, gorro, meias quentes e cachecol) e usar calçado adequado às condições meteorológicas.

O Departamento de Saúde Pública da ARSC lembra que, com o frio, a actividade do vírus da gripe aumenta e há que prevenir quando os primeiros sintomas se fazem sentir.

“Se tiver dores musculares, dores de cabeça e de garganta, tosse e febre, recorra ao médico do seu Centro de Saúde, ou ligue para a Linha Saúde 24 (808 24 24 24), evitando, sempre que possível, ir à urgência do hospital”, aconselha o referido departamento da ARSC.