Coimbra  25 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Rui Marqueiro quer criar polo do Politécnico de Coimbra na Mealhada

23 de Agosto 2021 Jornal Campeão: Rui Marqueiro quer criar polo do Politécnico de Coimbra na Mealhada

O actual presidente da Câmara da Mealhada, Rui Marqueiro, recandidata-se ao terceiro e último mandato à frente do Município e diz querer levar para o concelho um pólo do Politécnico de Coimbra, entre outras propostas.

“Gostaríamos de ter uma escola do Politécnico [de Coimbra] na Mealhada. É uma questão que teremos que negociar com o Politécnico e ver o local que lhes agrada mais”, disse à agência Lusa o recandidato à Câmara da Mealhada.

Sobre as áreas em que esse pólo se poderia centrar, o autarca referiu que essa será “uma questão para ser discutida entre o Politécnico e o empresariado, com mediação da Câmara”, mas notou que poderá ser relevante apostar nos sectores da electrónica e mecatrónica, em que o concelho já assegura formação no ensino profissional.

Rui Marqueiro, de 69 anos, formado em economia, nasceu em Ermesinde e foi eleito presidente da Câmara da Mealhada em 1989, tendo sido reeleito em 1993 e 1997, depois de já ter liderado a Assembleia Municipal do mesmo concelho entre 1979 e 1985.

Entre 1999 e 2001, foi deputado pelo PS, tendo voltado à liderança do Executivo municipal da Mealhada em 2013.

Para o terceiro mandato consecutivo, o candidato pretende continuar projectos já em curso e garantir um “aproveitamento integral do Portugal 2020, 2030 e do PRR [Plano de Recuperação e Resiliência]”.

A requalificação da Baixa da Pampilhosa, a recuperação do Chalet ‘Suisso’, a criação de uma Sala Polivalente do Luso, com espaço para “espectáculos de vária origem”, e a reabilitação da zona central do Luso são várias das propostas de Rui Marqueiro na área do património edificado.

“Anima-nos também a perspetiva de, no Luso, fazermos um Museu da Água, profundamente interativo”, acrescentou, salientando que há um foco da candidatura para intervir no património na área da Mata do Bussaco, por forma a aumentar ainda mais a sua atractividade.

A criação de habitação social para dar resposta aos “20 ou 30 casos identificados de habitação indigna” no concelho, a elevação da aldeia de Barcouço a vila e a definição de uma nova zona industrial e a ampliação de uma outra são também bandeiras da campanha do candidato socialista.

O actual Executivo municipal é composto por quatro eleitos do PS e três da coligação “Juntos pelo Concelho da Mealhada”.

Para além de Rui Marqueiro (PS), são também candidatos à liderança do Município da Mealhada Hugo Silva (PSD), António Franco (MI – Mais e Melhor), Gonçalo Melo Lopes (BE) e João Marques (CDU).

As eleições autárquicas de 2021 estão marcadas para o dia 26 de Setembro.