Coimbra  23 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Rugby Club da Lousã comemora 50 anos de actividade com jantar de gala

3 de Novembro 2023 Jornal Campeão: Rugby Club da Lousã comemora 50 anos de actividade com jantar de gala

O Rugby Club da Lousã (RCL) vai comemorar 50 anos de actividade, no sábado, com um ‘jantar de gala’ que será presidido pela ministra-adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes.

No encontro festivo, no Parque Municipal de Exposições da Lousã, às 19h00, “são esperadas centenas de pessoas”, entre atletas, familiares, sócios, amigos do RCL e convidados, refere o impulsionador da colectividade e actual presidente da Direcção, José Redondo.

Quando há 50 anos, no início do ano lectivo, no campo pelado da Escola Preparatória da Lousã, que funcionava no lugar do Penedo, o então professor de Educação Física apresentou aos alunos a bola oval de râguebi, os jovens “pensavam que era uma bola de futebol defeituosa”, recordou José Redondo, entre sorrisos.

“Sem nunca ter deixado a minha vida familiar e profissional, estou há meio século ligado à instituição”, disse.

A equipa principal do Rugby Club da Lousã está a disputar, em quarto lugar, a Divisão de Honra – Top 10 da modalidade, tendo vencido duas das três primeiras jornadas do campeonato e perdido uma.

O fundador salientou o facto de o RCL, com um mínimo obrigatório de 40 atletas, ser “o único clube de uma vila na Divisão de Honra”, quando sete são de Lisboa, um de Coimbra (Académica) e um do Porto (CDUP).

“Nestes 50 anos, quase se contam pelos dedos de uma das mãos as vezes que faltei a um jogo nosso”, acentuou o empresário José Redondo. Além de dirigente e treinador, congratulou-se, “fiz de tudo o que qualquer dirigente desportivo faz habitualmente” num clube amador.

Pela colectividade da Lousã, que inclui também uma equipa feminina e outra de veteranos e cujo Estádio Municipal tem o nome de José Redondo, “já passaram mais de 1.300 atletas” de todos os escalões desde os primórdios, sendo actualmente cerca de 200 no activo.

Com o lema “Vamos longe para fazer amigos”, o RCL deu início, nos anos de 1990, à geminação do município da Lousã com a vila francesa de Prades, situada nos Pirinéus Orientais, com cuja congénere local cimentou fortes laços de amizade.

“Foi um dos pontos altos do clube”, enfatizou à Lusa José Redondo, antigo jogador de râguebi da Académica de Coimbra, ao explicar que “houve também momentos maus” que acabaram por ser ultrapassados.

Em 1983, o RCL foi reconhecido pelo Estado como instituição de utilidade pública. O jantar comemorativo dos 50 anos, no sábado, inclui um programa cultural com bailado, música, intervenções e homenagens.