Coimbra  11 de Julho de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Ricardo Castanheira imputa a Machado falta de visão cosmopolita

2 de Janeiro 2017 Jornal Campeão: Ricardo Castanheira imputa a Machado falta de visão cosmopolita

O ex-deputado socialista Ricardo Castanheira imputa falta de visão cosmopolita ao presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado.

Em entrevista publicada, hoje, pelo diário As Beiras, o jurista afirma que Coimbra “vive um sono profundo, que não é de hoje”.

Contudo, o antigo deputado do PS à Assembleia da República não vislumbra alternativas, dentro ou fora daquele partido.

Entusiasta da criação do movimento Cidadãos por Coimbra, Ricardo Castanheira diz que CpC representou “uma lufada de ar fresco”, portador de “uma perspectiva de cidade nova”, mas entende que ele se encontra “numa encruzilhada, demasiado colado a uma certa Esquerda”.

CpC “deve regenerar-se no sentido de tentar ser menos ideológico e de ser mais urbano, sempre tendo em conta que os interesses da cidade devem ser suprapartidários”, opina.

Antigo advogado da sociedade Capa, Ricardo Castanheira foi presidente da Fundação para a Divulgação das Tecnologias de Informação (FDTI) e vice-presidente da Mesa da Assembleia Geral da Académica/OAF.

O jurista é director-geral da Motion Picture na América Latina e, ao serviço da Microsoft, trabalhou em Portugal, como director de Assuntos Jurídicos, e no Brasil, a dirigir os Assuntos Corporativos da empresa.