Coimbra  6 de Março de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Requalificação do largo de Santo Amaro vence Orçamento Participativo de Penela

28 de Dezembro 2020 Jornal Campeão: Requalificação do largo de Santo Amaro vence Orçamento Participativo de Penela

O projecto “Requalificação do largo de Santo Amaro com instalações sanitárias” foi o grande vencedor do Orçamento Participativo de Penela 2020, com 40,5 por cento dos votos.

A votação decorreu no período de 11 de Novembro a 11 de Dezembro de 2020, tendo apenas sido submetidas três propostas, que foram votadas através de meios digitais, de modo não presencial. Contudo, foi também possível a realização da votação em modo presencial, no balcão único da Câmara Municipal de Penela, com o apoio de técnicos municipais, de modo a garantir a participação efectiva dos cidadãos neste processo. Registou-se, assim, um voto presencial válido, representando assim 0,19 por cento dos votos registados por esta via. Na totalidade do processo de votação foram registados 521 votos.

Os resultados das votações por proposta foram os seguintes: “Requalificação do largo de Santo Amaro com instalações sanitárias” – 40,5 por cento; “Miradouro Da Boavista” – 36,5 por cento; “Espinhal + Musical” – 23 por cento.

Atendendo a que a dotação financeira destinada ao orçamento participativo foi de 70 000, as propostas vencedoras, cujos projectos serão incorporados no Orçamento do Município de Penela de 2021, são as seguintes: “Requalificação do largo de Santo Amaro com instalações sanitárias” – este projecto tem como objectivo “a construção de casas de banho públicas com aproveitamento do restante espaço para arrumos no largo da capela de Santo Amaro, cujo projecto de arquitectura já foi desenvolvido pelo Município de Penela”, revela a autarquia.

“Miradouro Da Boavista” – este projecto visa “a construção de um miradouro e área de lazer na entrada junto à entrada Norte da vila de Penela. O nome deriva de um antigo miradouro ali existente, a poucos metros do local proposto, na encosta a montante, onde até há pouco tempo existiam ainda vestígios dos bancos que outrora permitiam que os penelenses e visitantes ali pudessem usufruir da bela vista da vila da Penela, daí o nome ‘Boavista’”. Segundo o Município, pretende-se “aproveitar o espaço já libertado pelas Infraestruturas de Portugal, a que faz parte o talude para o IC3, e criar um espaço idêntico ao outrora existente e que respeite os mesmos desígnios, que permita desfrutar da bela paisagem que o local oferece, mas que também permita momentos de lazer, convívio e um ponto de eleição para os amantes da fotografia”.

“Espinhal + Musical” – este projecto visa “melhorar consideravelmente a qualidade de som e execução da Banda Filarmónica do Espinhal e da sua Academia de Música. A qualidade e estado dos instrumentos musicais da Filarmónica não dignificam a instituição nem estão à altura da qualidade e competências dos alunos e músicos, pondo em causa o seu desempenho e a sua auto estima”, nota a Câmara Municipal. Assim, esta proposta pretende “a aquisição de novos instrumentos, elevar para outro patamar a qualidade performativa e simultaneamente dar um adicional de motivação a todos os que integram a formação musical”.

Como a soma das três propostas mais votadas ultrapassa o orçamento definido no Orçamento Participativo, a proposta “Espinhal + Musical” será financiada com o montante remanescente, ou seja, com um valor até 20 000 euros, caso se verifique que a execução das duas propostas mais votadas não excedam o montante nelas definidas. Esta proposta será colocada à consideração da Sociedade Filarmónica do Espinhal, promotora da proposta, se existir alguma solução para a implementação do projecto pelo montante remanescente.