Coimbra  5 de Dezembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Requalificação da rede viária de Cantanhede prossegue em Covões e Camarneira

12 de Abril 2021 Jornal Campeão: Requalificação da rede viária de Cantanhede prossegue em Covões e Camarneira

A actividade da brigada de aplicação de tapete betuminoso do Município de Cantanhede prossegue em bom ritmo o programa de requalificação da rede viária do concelho.

Ao abrigo deste plano, que abrange todas as freguesias, está em curso a pavimentação de oito troços de estradas e arruamentos da União das Freguesias de Covões e Camarneira, em alguns casos já terminada, faltando apenas a execução de pequenos trabalhos acessórios.

“As obras começaram com a limpeza e regularização das plataformas com uma camada de ‘tout-venant’ compactado com aplicação da rega de colagem, seguida da aplicação do tapete betuminoso com uma espessura de aproximadamente seis centímetros, também este devidamente compactado, após o que foi feita a limpeza dos locais sujeitos a intervenção e retirada a sinalização temporária”, disse a autarquia cantanhedense.

Trabalhos idênticos vão agora ser executados na rua Principal da Malhada de Cima, Caminho da Espinheira à Moitalta, no Montouro; rua dos Pinhais, na Quinta dos Troviscais; e na rua São João, na Carvalheira. Já nas ruas de 1.º de Janeiro, na Carvalheira, Nossa Senhora da Guia, no Montouro e Travessa rua Joaquim Pereira Júnior em Labrengo, será efectuada limpeza, mantendo a estrutura do pavimento, a que se seguirá a aplicação do tapete betuminoso.

Segundo a Câmara de Cantanhede, as repavimentações estão a ser realizadas por administração directa pela brigada de pavimentações da Divisão de Apoio às Freguesias, através dos recursos técnicos e humanos desse sector da actividade camarária. “Para esse efeito, a referida brigada dispõe de um vasto conjunto de equipamentos que lhe conferem uma capacidade operacional para executar pavimentações de qualidade em muitos quilómetros de estrada do concelho a custos substancialmente mais baixos do que seriam com recurso a empreitadas”, acrescentou.

No que diz respeito aos equipamentos técnicos para aplicação das massas betuminosas nas freguesias, eles são constituídos por quatro camiões, dois com semi-reboque basculante traseiro e outro com quatro eixos, e uma pavimentadora de rasto, dispondo ainda de uma motoniveladora, dois cilindros, uma retroescavadora, uma mini-carregadora/varredora, uma máquina de pulverização de emulsão para aderência das massas betuminosas e um tractor-cisterna.

Além da actividade da equipa que se dedica à aplicação de tapete, a Divisão de Administração Directa e Apoio às Freguesias encontra-se paralelamente a operar na requalificação de caminhos vicinais/rurais com uma brigada equipada com um camião, uma retroescavadora, uma motoniveladora, um cilindro, um corta-sebes e diversas viaturas de apoio.

Estas operações decorrem no âmbito do planeamento negociado entre a presidente da Câmara Municipal, Helena Teodósio, e os presidentes de Junta, segundo uma lógica de distribuição equilibrada das intervenções por todo o território do concelho.

De referir que esta é apenas uma das vertentes do plano de requalificação da rede viária que a autarquia está a desenvolver, com um investimento que ascende a mais de oito milhões de euros, maioritariamente com recurso a empreitadas.