Coimbra  15 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Renovação da ETAR do Choupal em Coimbra avança pelo valor base de 37 ME

31 de Maio 2023 Jornal Campeão: Renovação da ETAR do Choupal em Coimbra avança pelo valor base de 37 ME

Foto @ André Jorge

 

A Águas do Centro Litoral (AdCL) aprovou ontem o lançamento de um novo concurso de requalificação da estação de tratamento de águas residuais (ETAR) do Choupal, em Coimbra, cujo valor ronda os 37 milhões de euros (ME).

“Focado na política de requalificação preventiva e efectiva em manutenção de activos, este investimento, com valor base de 36,85 milhões de euros, incorpora novas exigências de tratamento impostas pela nova licença de descarga, emitida pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA)”, informou a AdCL.

A remodelação da ETAR do Choupal, na margem direita do rio Mondego, “vai permitir uma maior resiliência do sistema de saneamento, um serviço essencial para a comunidade”, acrescentou a empresa, registando que, “após um longo processo, (…) consegue autorização para o lançamento de concurso, no valor de 36,85 milhões de euros.

“Regozijamo-nos com este novo concurso, difícil de alcançar, visto que necessitou de diversas autorizações por parte da tutela”, afirmou o presidente do conselho de administração da AdCL, Alexandre Oliveira Tavares.

Na sua opinião, trata-se de “uma empreitada fundamental para modernizar esta importante infra-estrutura ambiental para a região e criar resiliência para o tratamento de cerca de 21,5 milhões de m3/ano de saneamento doméstico e industrial tratado, em tempo húmido”.

“É fundamental o envolvimento de todos os actores do território para sensibilizar as entidades públicas para a necessidade de co-financiamento desta importante intervenção e investimento no ciclo urbano da água”, referiu.

A AdCL já tinha lançado um concurso público internacional em Fevereiro de 2021.

“Em Julho de 2021, verificou-se que todas as propostas foram excluídas, entre outros motivos, por ultrapassarem o preço base proposto a concurso, que era de 21,5 milhões de euros”, recordou.

A empresa encetou depois “as diligências necessárias para conseguir as devidas autorizações para este investimento”.

“Os 36,85 milhões de euros hoje aprovados serão divididos pela parte de concepção e construção, de exploração e reaproveitamento eléctrico, através da produção de biogás e de energia fotovoltaica”.

A ETAR remodelada do Choupal, com aproveitamento de “boa parte das infra-estruturas actuais”, servirá uma população de 200 mil pessoas da zona de Coimbra “no ano horizonte de projecto”.

“A linha de tratamento proposta (…) tem em consideração as preocupações ambientais inerentes à descarga dos efluentes tratados na massa de água, o rio Mondego, mas também objectivos de melhoria da eficiência energética e de valorização de subprodutos, alinhados com as estratégias e compromissos nacionais em termos de neutralidade energética e carbónica e de economia circular”.