Coimbra  24 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Relatório de “Cinoterapia” confirma potencialidades do projecto

12 de Outubro 2020 Jornal Campeão: Relatório de “Cinoterapia” confirma potencialidades do projecto

Na passada quinta-feira (08), foi apresentado o relatório de actividades do projecto “Cinoterapia”, coordenado pelo Centro de Apoio Social de Pais e Amigos da Escola n.º 10 (CASPAE), que confirmou as potencialidades da iniciativa.

O objectivo deste projecto, que surgiu em 2015, é a realização de actividades assistidas por animais com crianças que frequentam o Centro de Apoio à Aprendizagem numa das escolas do 1.º ciclo do concelho de Coimbra.

No ano lectivo 2019/2020, de Outubro a 16 de Março, esta acção alcançou cinco crianças, numa escola do concelho de Coimbra, do agrupamento Martim de Freitas, entidade beneficiária. Foram realizadas 26 sessões, que resultaram no evidente bem-estar dos participantes, assim como no aumento das suas competências sociais. De acordo com Cátia Mariano, tratou-se de um resultado que evidencia a potencialidade desta iniciativa nas escolas, junto de crianças com necessidades de saúde especiais.

A iniciativa conta com a parceria da equipa de Cinotecnia da Guarda Nacional Republicana, da qual faz parte a Sky, uma cadela resgatada do canil municipal de Coimbra e treinada para realizar Intervenções Assistidas por Animais.

A psicóloga clínica Cátia Rodrigues, também coordenadora do projecto, explica que, depois de feito o levantamento de informação, o plano de actividades é desenhado de acordo com os gostos de cada criança. A Sky ajuda as crianças a treinar a capacidade de concentração numa tarefa, as competências sociais e de comunicação.

Além de proporcionar um momento de relaxamento para estas crianças, outro aspecto trabalhado de forma lúdica é a motricidade, por exemplo apertar os atacadores dos sapatos, agarrar no lápis de forma correcta, etc.

 

Voluntários restauram Casa da Mata no âmbito de “Limites Invisíveis”

Nos dias 10 e 11 de Outubro, dez voluntários organizaram-se para apoiarem o projecto “Limites Invisíveis” no restauro da Casa da Mata, que serve de apoio aos programas educativos que se desenvolvem na Mata Nacional do Choupal.

“Limites Invisíveis”, desenvolvido pelo consórcio CASPAE, IPSS de Coimbra, Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Coimbra e Universidade de Aveiro, com o apoio do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), desenvolve, desde 2016, programas educativos para crianças dos três aos 10 anos na Mata Nacional do Choupal.

Reconhecendo a importância deste projecto para a comunidade conimbricense, dez cidadãos da cidade de Coimbra abraçaram o desafio de participarem nas obras de restauro da ‘Casa da Mata’.

Esta acção partiu da iniciativa de Teresa Couceiro, que motivou outros cidadãos a participarem. Para Teresa Couceiro “é importante envolvermo-nos em iniciativas que apoiem as instituições locais. As obras da ‘Casa da Mata’ vão permitir melhores condições às crianças e à equipa para desenvolverem as suas actividades, além de recuperar um património que é de todos nós”.

Esta acção de voluntariado resultou na reforma do exterior da casa, com a pintura de toda a fachada e com a construcção de um piso na área exterior, onde as crianças fazem as suas refeições. Os voluntários envolveram-se ainda na melhoria do espaço exterior que envolve a casa.

Para a equipa deste projecto, “estas acções de voluntariado são a evidência da relação que se tem procurado estabelecer com a comunidade, uma relação que tem contribuído para o crescimento do mesmo”.

restauro Casa da Mata