Coimbra  20 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Reitor da Universidade de Coimbra diz que ainda há muito património por requalificar

1 de Junho 2023 Jornal Campeão: Reitor da Universidade de Coimbra diz que ainda há muito património por requalificar

O Reitor da Universidade de Coimbra (UC), Amílcar Falcão, afirma que “não falta” património para requalificar e garantiu que serão precisos mandatos de mais dois reitores para restaurar todo o património da instituição.

“Não nos falta património para requalificar. Isso implica investimento e tempo e precisaremos de pelo menos mais dois reitores para requalificar todo o património” da Universidade de Coimbra, disse Amílcar Falcão, que falava esta quinta-feira num evento inscrito no programa das comemorações do 10.º aniversário da qualificação da UC, Alta e Sofia como Património Mundial.

Durante o discurso, o responsável realçou que o património daquela instituição é algo que deve “preocupar, honrar e inspirar”, sendo necessário olhar para o mesmo como algo que precisa de ser projetado para o futuro.

Amílcar Falcão vincou a necessidade de aliar a preservação e protecção do património com a sua componente enquanto oferta turística, realçando que há “muito trabalho pela frente”.

O Reitor da Universidade de Coimbra discursava no evento “A Academia e a Cidade: O Paço das Escolas”, que decorreu na Sala dos Capelos. Também o ex-Reitor da UC João Gabriel Silva, presente na iniciativa, notou que “ainda há muita coisa por fazer”, congratulando-se com o facto de a classificação como Património Mundial estar “tão viva”.

Já o antigo Reitor Fernando Seabra Santos, que deu o mote à candidatura à classificação como Património Mundial, abordou a preparação e o trabalho em torno desse projecto, recordando que quando anunciou essa intenção a ideia “foi recebida com indiferença”.

Para Seabra Santos, basta olhar para as ruas, para os prédios requalificados, o número de alojamentos turísticos que surgiram e para as “arruadas de turistas nacionais e estrangeiros” na Alta de Coimbra para se “avaliar o efeito da inscrição” da UC como Património Mundial. “Trata-se da decisão de que mais me orgulho enquanto Reitor”, vincou.

Na cerimónia, também participaram o ex-embaixador de Portugal na UNESCO e antigo Reitor da Universidade de Lisboa, Sampaio da Nóvoa, e o antigo pró-Reitor da UC e ex-director do Museu Nacional de Arte Antiga, António Filipe Pimentel.