Coimbra  4 de Dezembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Região de Coimbra reivindica continuidade dos apoio ao transporte de passageiros

23 de Novembro 2021 Jornal Campeão: Região de Coimbra reivindica continuidade dos apoio ao transporte de passageiros

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Região de Coimbra reivindicou a continuidade e reforço do apoio ao serviço público de transporte de passageiros, que ainda não recuperou a procura do período pré-pandemia da covid-19.

“A crise pandémica atingiu fortemente o sector do transporte público de passageiros, situação que se arrasta há vários meses, sem ter um fim à vista. Este apelo tem como objectivo garantir o apoio necessário para a sustentabilidade dos transportes públicos, no sentido de não colocar em causa os serviços prestados à comunidade”, afirma Emílio Torrão, presidente daquela entidade.

A posição, tomada esta terça-feira por unanimidade, surge na sequência do decreto-lei que estabelece a definição de procedimentos de atribuição de financiamento e compensações aos operadores de transporte essenciais no âmbito da pandemia covid- 19, que apenas vigora até ao dia 31 de Dezembro de 2021.

A CIM Região de Coimbra, que é Autoridade de Transportes, salienta que ainda não se verifica uma recuperação da procura pelo serviço público em níveis existentes na situação pré-covid, pelo que há necessidade de manter o financiamento aos operadores pela realização dos serviços essenciais.

Considerando que a pandemia covid-19 continuará a ser uma realidade em 2022, aquela entidade considera “urgente que a tutela crie as condições para a manutenção e reforço dos apoios às autoridades de transportes em 2022, prevenindo, dessa forma, eventuais disrupções na oferta do serviço público de transportes”.

“As medidas e restrições aplicadas a cada momento continuam a ter um impacto negativo na liquidez das empresas que operam serviços de transporte público, justificando-se, assim, o desenvolvimento de mecanismos que promovam a sustentabilidade daquelas empresas e permitam a manutenção do serviço público de passageiros em níveis que permitam satisfazer necessidades mínimas de mobilidade”, sublinha a Comunidade Intermunicipal.

A CIM Região de Coimbra, cuja população ronda os 400 mil habitantes, é constituída pelos municípios de Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penacova, Penela, Soure, Tábua e Vila Nova de Poiares, todos no distrito de Coimbra, além de Mortágua, distrito de Viseu, e Mealhada, distrito de Aveiro.