Coimbra  18 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Região Centro melhora desempenho na inovação

11 de Julho 2023 Jornal Campeão: Região Centro melhora desempenho na inovação

O Centro melhorou o seu desempenho em matéria de inovação, tendo sido classificada como região inovadora moderada, classificação igual à do País. Esta é uma das conclusões da 11.ª edição do Regional Innovation Scoreboard, um painel de avaliação da inovação regional, elaborado pela Comissão Europeia.

Segundo a edição de 2023 do estudo, agora publicada em https://research-and-innovation.ec.europa.eu/statistics/performance-indicators/regional-innovation-scoreboard_en, a Região Centro está classificada como inovadora moderada, tendo o seu desempenho melhorado, já que na edição anterior tinha sido classificada como inovadora moderada-. No ranking das 239 regiões europeias, o Centro ocupa a 145.ª posição, correspondendo o seu desempenho a 84,6% da média da União Europeia.

Para a presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Isabel Damasceno, “estes resultados confirmam a afirmação do perfil de inovação da Região Centro, com um Sistema Regional de Inovação em progressiva estruturação e maturação, resultado da elevada dinâmica do sistema científico e tecnológico regional em parceria com as empresas da região, da existência de empresas fortemente inovadoras nos diferentes sistemas produtivos regionais, da relevância crescente das entidades de interface, do forte potencial de produção de conhecimento científico localizado no Centro e dos investimentos realizados na região em Inovação e em Investigação e Desenvolvimento, corporizados em grande medida pelos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento”.

A posição ocupada pela Região Centro revela o seu bom desempenho relativo em variáveis como as publicações científicas internacionais em co-autoria, as emissões atmosféricas de partículas finas, a população com ensino superior, a aprendizagem ao longo da vida, as vendas de inovações para a empresa/mercado, as publicações conjuntas entre o sector público e privado ou a proporção de pequenas e médias empresas (PME) com inovação de produto (em que a região se posicionou acima da média europeia). Por outro lado, evidencia também as fraquezas relativas da região em áreas como o emprego nas indústrias de alta e média-alta tecnologia e nos serviços de conhecimento intensivo ou a despesa em inovação por pessoa empregada.

O Regional Innovation Scoreboard é um indicador compósito que integra 21 indicadores, que permitem a comparação do desempenho dos sistemas de inovação em 239 regiões europeias de 22 estados-membros da União Europeia, bem como da Noruega, da Sérvia, da Suíça e do Reino Unido, classificando-as em quatro grupos consoante o seu desempenho face à média europeia: líderes da inovação regional, fortes inovadores regionais, inovadores moderados e inovadores emergentes.