Coimbra  28 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Região Centro: Incubadoras querem alavancar empreendedores

13 de Fevereiro 2017 Jornal Campeão: Região Centro: Incubadoras querem alavancar empreendedores

A Rede de Incubadoras de Empresas lançou, hoje, na Figueira da Foz, o programa de aceleração para empreendedores da região Centro, com a apresentação do projecto IC16.

As 16 incubadoras que formam a Rede de Incubadoras de Empresas da Região Centro (RIERC) querem ajudar os empreendedores a desenvolverem os seus projectos, desde a valorização da ideia até à concretização de negócios.

O programa de aceleração, designado SPIN+, foi apresentado na Incubadora de Empresas da Figueira da Foz, numa sessão que reuniu mais de meia centena de interessados, entre eles diversos parceiros (incubadoras, escolas, universidades, autarquias, etc), mas também a representante da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Conceição Carvalho, e a vereadora da Câmara da Figueira da Foz, Ana Carvalho.

A sessão de apresentação marcou o início do período de candidaturas, que decorre até ao final de Fevereiro, enquanto que em Março serão seleccionadas as 20 equipas de empreendedores que vão participar no programa.

“O SPIN+ é um programa de aceleração focado no desenho e validação de modelos de negócio, de forma a estimular a criatividade e minimizar o risco de apostas em projectos não sustentáveis, levando os empreendedores a testarem os seus produtos/serviços junto de potenciais clientes, fornecendo-lhes o ‘feedback’ necessário para melhorarem a sua proposta de valor”, como explicou Pedro Maranha, presidente do Conselho Executivo da Rede de Incubadoras de Empresas da Região Centro.

Este responsável lembrou que “as incubadoras são um serviço público, não são rentáveis, mas são fundamentais para alavancar o desenvolvimento e empreendedorismo da região”. Pedro Maranha falou, ainda, de muitos outros aspectos, sobretudo das “dificuldades e da legislação muito apertada para a sua sustentabilidade”.

As incubadoras vão receber um milhão de euros para distribuir pelas 16 que integram a rede, com Pedro Maranha a considerar que “o dinheiro é importante, mas o fundamental é melhorar o relacionamento e o saber com as universidades, escolas e reforçar laços com as empresas existentes no mercado”.

As equipas seleccionadas, para além de poderem desenvolver a sua ideia de negócio, terão a possibilidade de financiar total ou parcialmente os seus protótipos e estudos de mercado. Aos 10 melhores projectos será atribuído um prémio no montante de 5 000 euros.

O SPIN+ é uma iniciativa da RIERC integrada no projecto Incubação Centro 2016 – IC16, cofinanciado pelo Programa Operacional da Região Centro (Centro 2020).

O projecto Incubação Centro 2016 – IC16, mais do que um mero aglutinador de vontades individuais das incubadoras, pretende ser um ponto de partida e de implementação de uma acção integrada de suporte ao empreendedorismo na região Centro de Portugal.

No início da sessão, o presidente da ACIFF, Carlos Moita, saudou os presentes, falou dos 10 anos da Incubadora da Figueira da Foz e o que representou no apoio ao empreendedorismo, mantendo mais de 85 por cento de ocupação.