Coimbra  15 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Região Centro: 60 médicos iniciaram especialidade em Centros de Saúde

10 de Janeiro 2019

São 60 os médicos que iniciaram a especialidade de Medicina Geral e Familiar (MGF) nas unidades de cuidados de saúde primários da área da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC).

A recepção de boas-vindas realizou-se, ontem, no auditório da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, organizada pela Coordenação de Internato MGF – Zona Centro, e incluiu a apresentação de temas ligados à organização, formação e actividades e a apresentação dos médicos internos e respectivos orientadores.

“Estes profissionais de saúde vêm dar continuidade ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela ARSC na área da formação pós-graduada técnico-científica, no reforço das equipas e na melhoria contínua da resposta assistencial na região Centro”, refere a Administração Regional de Saúde.

No decurso da sessão, a presidente do Conselho Directivo da ARSC, Rosa Reis Marques, endereçou votos dos maiores sucessos aos novos médicos, na nova etapa de vida, e considerou que “trabalhar no âmbito dos cuidados de saúde primários é trabalhar em proximidade, em intimidade, com os anseios, aspirações, necessidades e expectativas dos indivíduos, famílias e comunidades”.

“É, também, contribuir para um Serviço Nacional de Saúde ainda mais efectivo nos seus resultados e cada vez mais ajustado à realidade epidemiológica prevalente e às novas dinâmicas da sociedade”, acrescentou.

O Internato Médico realiza-se após a licenciatura em Medicina e corresponde a um processo único de formação médica especializada teórica e prática, tendo como objectivo habilitar o médico ao exercício tecnicamente diferenciado na respectiva área profissional de especialização.

Após a conclusão do curso de Medicina, os médicos candidatam-se a um concurso nacional para admissão no Internato Médico, que se destina à escolha dos locais e das áreas de formação (especialidades) e que terá a duração de quatro anos.

A ARSC salienta que os médicos internos da região Centro têm tido médias finais na ordem dos 17 valores, tendo alcançado, em 2018, a melhor nota a nível nacional.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com