Coimbra  27 de Maio de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Queima das Fitas desvenda cartaz das ‘Noites do Parque’

23 de Abril 2019

Cartaz Queima Fitas 2019

Expensive Soul, ProfJam, Dino d´Santiago, Mishlawi, Plutónio, Capitão Fausto, Bonga, Karetus, DJ Kura, o imprescindível Quim Barreiros, fado e ‘Revenge of the 90´s’ são alguns dos motivos de atracção das oito ‘Noites do Parque’ da Queima das Fitas de Coimbra.

A Comissão Organizadora apresentou, hoje, o cartaz completo que, de 03 a 10 de Maio, irá preencher as noites no Parque da Canção, com especial destaque para uma noite inteiramente dedicada ao fado, a 06 de Maio, e a popular festa ‘Revenge of the 90´s’.

As diversas noites voltam a ter as tunas académicas da cidade, bem como outros nomes do panorama musical que actuarão no palco principal.

Quanto ao palco RUC (secundário) e segundo a Comissão Organizadora, o mesmo ganha mais protagonismo e orçamento, ficando o programa à total responsabilidade da Rádio Universidade de Coimbra.

Aquando da apresentação dos membros da Comissão, do cartaz e do lema oficial, Miguel Raimundo, responsável pelas ‘Noites do Parque’ disse que o objectivo era “apostar em artistas emergentes e que sejam novidades no cartaz da Queima, além da realização de espectáculos inovadores”, notando que seria um programa “único, autêntico, versátil e abrangente, que vai ao encontro dos gostos dos estudantes e do público”.

A semana mais intensa para a academia de Coimbra tem início já esta sexta-feira (26), com o Cortejo dos Pequenitos pelas ruas de Coimbra; segue-se a tradicional Serenata Monumental, a 02 de Maio, precedida da ‘Ceia dos Boémios’ (na cantina dos grelhados); a Venda da Pasta e da Verbena (dia 03); o Baile de Gala (04 de Maio); a Queima do Grelo e o grande cortejo pelas ruas da cidade (05 de Maio); o Chá Dançante e o Chá das 5 (08 de Maio); a Bênção das Pastas (01 e 02 de Junho) e muitas outras actividades paralelas, de índole cultural, tradicional e desportiva.

O lema deste ano da Queima das Fitas – “Da tradição irreverente, nasce a história do presente” – tem, por base, a comemoração dos 50 anos da Crise Académica.