Coimbra  28 de Novembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Queima das Fitas de Coimbra arranca na quinta-feira com algumas limitações

20 de Outubro 2021 Jornal Campeão: Queima das Fitas de Coimbra arranca na quinta-feira com algumas limitações

A Queima das Fitas de Coimbra começa na quinta-feira, com a Serenata Monumental, ainda com algumas limitações face à pandemia de covid-19, nomeadamente a ausência de cortejo e uma lotação máxima no recinto.

A Queima das Fitas regressa quase dois anos após um interregno provocado pela pandemia, começando na noite de quinta para sexta-feira com a Serenata Monumental, que vai realizar-se na Sé Nova, ao contrário da habitual Sé Velha, e com uma lotação máxima de seis mil pessoas, afirmou o secretário-geral da comissão organizadora, Carlos Missel.

A mudança de local deve-se a uma maior facilidade de controlo das entradas e saídas na zona da Sé Nova, explicou.

Face à pandemia, a organização lançou seis mil bilhetes gratuitos para a Serenata na segunda-feira, que “esgotaram no espaço de uma hora”, referiu Carlos Missel, salientando que os estudantes e também ex-estudantes que não tiveram oportunidade de participar no evento nos últimos dois anos estão “expectantes para participar”.

Já no recinto da Queima das Fitas, com noites de concertos entre sexta-feira e dia 29 de Outubro, haverá uma lotação máxima de 20 mil pessoas por dia, tendo a organização já vendido “mais de cinco mil bilhetes gerais”.

Nas noites de sexta-feira e sábado, a organização espera “atingir a lotação máxima”.

Pela Praça da Canção, vão passar nomes como Wet Bed Gang, Diogo Piçarra, Plutonio, Nenny ou Chico da Tina.

Karetus, Fernando Daniel, Saul, Julinho KSD, Ana Malhoa e T-Rex são outros dos artistas que vão atuar na Queima das Fitas.

No domingo, apesar de não haver cortejo (este ano terá apenas um desfile “simbólico” dentro recinto), mantém-se o habitual concerto de Quim Barreiros, acrescentou.

Para Carlos Missel, a aposta em nomes nacionais para o palco principal da Queima deve-se à necessidade de “dar pessoas seguros” na retoma, salientando que só no início de setembro a organização teve indicações de que seria possível realizar o evento.

O palco secundário é programado pela Rádio Universidade de Coimbra, entre sexta e segunda-feira, onde irão atuar, entre outros, As Docinhas, O Gringo Sou Eu, Sereias, Salome ou King Kami.