Coimbra  2 de Junho de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Queijo Serra da Estrela e produtos endógenos convidam a visitar Tábua

6 de Março 2020 Jornal Campeão: Queijo Serra da Estrela e produtos endógenos convidam a visitar Tábua

Um dos ex-libris da região Centro e do concelho de Tábua – o Queijo da Serra da Estrela – vai ser o protagonista e o motivo de visita aquele município da Beira Serra, entre hoje e domingo (08).

O Pavilhão Multiusos de Tábua espera acolher, nos três dias do certame, cerca de 30 000 visitantes nesta que é a 31.ª da “Tábua de Queijos e Sabores da Beira”, antes designado como “Feira do Queijo, do Pão, dos Enchidos e do Mel”.

A mudança de desígnio, no ano passado, foi “uma feliz medida adoptada”, até porque, sublinhou Mário Loureiro, presidente da Câmara Municipal, entidade promotora do evento, “verificou-se um aumento do interesse, de visitantes e dos produtos representados e com o nome antigo era mais difícil passar a mensagem”.

Assim, o certame volta a apostar este ano num conjunto de atractivos, que vão dos produtos endógenos à gastronomia, da cultura ao artesanato.

No Pavilhão Multiusos de Tábua vão marcar presença cerca de 120 expositores, dos mais variados tipos de produtos e artes, dando a oportunidade aos visitantes não só de conhecerem e comprarem, mas também, de poderem participar e ver ao vivo a elaboração de muitos desses produtos.

Como habitualmente, o piso inferior do Pavilhão irá acolher as 11 tasquinhas dinamizadas pelas associações concelhias e onde se poderá apreciar “os melhores sabores da região”.

Será, também, na zona central deste piso que os visitantes poderão visitar os cerca de 80 expositores de produtos endógenos da região.

Haverá, igualmente, espaço para quatro stands dedicados às padarias e pastelarias, bem como oito locais destinados às ‘artes e ofícios’, que representam oito profissões com tradição concelhia e onde os artesãos trabalharão ao vivo.

O Pavilhão albergará, ainda, nove stands para artesanato, produtos da quinta (frutas e hortícolas), além de um espaço infantil onde decorrerão diversos ateliers (pão, queijo, enchidos, etc.).

Já no piso um, o certame vai contar com um local para sessões de ‘showcooking’; provas de vinhos; café e bar; stands institucionais; sementes e licores e, também, stands de artesanato.

Na zona envolvente do Pavilhão, será possível encontrar uma exposição agrícola, a tenda da ‘ClimAgir’ e uma outra dedicada ao mundo animal.

Maior notoriedade com inclusão no “Coimbra – Região Europeia Gastronomia 2021”

Uma vez mais, o evento pretende “reforçar a promoção dos produtos endógenos, a gastronomia de excelência e manter vivo o saber de gerações”, ajudando, simultaneamente, “na dinamização da economia local”, explicou o presidente da autarquia.

“Queremos promover o que é nosso, o concelho de Tábua, a região e a CIM”, notou o édil, reforçando que as expectativas estão elevadas, até porque o interesse tem sido crescente. “Estamos, até, a analisar a mudança de local porque foi complicado seleccionar os expositores para esta edição”, realçou, sublinhando que esta é já uma feira que “atingiu um nível, uma dimensão e uma projecção regional e nacional”.

Já no ano passado o certame verificou uma tendência crescente de visitantes, com 26 000 pessoas a passarem pelo Pavilhão Multiusos; pelo que este ano o objectivo é “atingir ou superar os 30 000 visitantes”, realça o autarca.

Com um orçamento inferior a 30 000 euros, “menos de um euro por cada visitante da feira”, notou o autarca.

De realçar que as entradas são totalmente gratuitas e a programação é vasta e apelativa, seja para quem é apreciador do Queijo da Serra da Estrela ou não.

Uma das grandes novidades este ano é o facto de a “Tábua de Queijos e Sabores da Beira” estar associado ao projecto da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC) – “Região de Coimbra – Região Europeia da Gastronomia 2021”, que Mário Loureiro espera que valorize o certame, os produtos ali representados e também toda a região.

Da programação destaca-se a vertente gastronómica e comercial, mas também a cultural com música, folclore, passeio de bicicletas antigas ou de charrete. Ainda hoje, o início da 31.ª da Feira será com a inauguração de um monumento de homenagem ao pastor, em São Geraldo, pelas 18h00; seguido de um seminário da ADIBER – Associação de Desenvolvimento Integrado da Beira Serra, na Biblioteca Municipal João Brandão, pelas 21h00.

Outra das iniciativas é a eleição da “rainha das vindimas” de Tábua, no âmbito do Concurso Nacional da Rainha das Vindimas, promovida pela autarquia liderada por Mário Loureiro, enquanto associada da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho, em colaboração com as juntas de freguesia.