Coimbra  16 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Queijeiras da Serra da Estrela homenageadas com capa de burel

25 de Março 2021 Jornal Campeão: Queijeiras da Serra da Estrela homenageadas com capa de burel

O lançamento e apresentação do projecto será feito num evento em ‘live streaming’ a partir das plataformas digitais da Rede de Aldeias de Montanha, pelas 16h30 do próximo sábado (27).

Este projecto, promovido pela ADIRAM – Associação de Desenvolvimento Integrado da Rede de Aldeias de Montanha, tem como objectivo impactar numa primeira fase, 40 queijeiras dos nove concelhos da Serra da Estrela, mas o intuito é escalar para um universo mais abrangente.

Aderiram já à iniciativa 22 queijeiras dos concelhos de Oliveira do Hospital, Seia, Gouveia, Guarda, Celorico da Beira e Fornos de Algodres.

“Será apresentada uma peça de design único em burel, de produção local, que irá celebrar o saber ancestral destas mulheres. Tradição e modernidade tomam assim forma numa capa cujos lucros das vendas revertem para a capacitação das queijeiras, dotando-as de ferramentas para a gestão da sua vida pessoal e profissional”, adiantou a Rede de Aldeias de Montanha.

“A simplicidade serve de mote para todo o conceito criativo, para o corte, os acabamentos e para o nome. Esta capa icónica e única na sua essência chama-se simplesmente “Queijeira” e foi criada pela designer Sandra Pinho da Fauna Creative Labs. A inspiração partiu da forma simples do queijo e é produzida na Burel Factory, em Manteigas, empresa liderada por uma mulher, Isabel Costa. A beleza natural do burel fica em evidência, em três versões diferentes: uma capa mais curta e prática, uma capa mais comprida que é um ‘statement’ de estilo e uma queijeirinha para as crianças”, acrescentou.

Esta iniciativa pressupõe, ainda, a realização de um curso de formação em ‘soft skills’ e partilha de conhecimento para o empoderamento pessoal e profissional destas mulheres, através de uma parceria com a Rita Pelica Chief Energy Officer & Founder ONYOU, de forma a capacitar este grupo com uma série de ferramentas actuais, passando pela criação de modelos de negócio, construção de uma rede de ‘networking’, desenvolver uma ‘personal brand’ ou trabalhar a comunicação dentro e fora das redes sociais – num módulo apresentado pela jornalista Fernanda Freitas.

Ainda no âmbito do projecto e numa colaboração com a jornalista Ana Rita Ramos, da “Have a Nice Day”, serão reunidas num livro as histórias, as tradições, os testemunhos e os saberes das queijeiras.

“Pretende-se a valorização de uma arte, tão bem preservada ao longo dos séculos, mas também de valorização do capital humano. Quem são estas mulheres? Que ligação têm a esta arte ancestral? É o que propomos descobrir ao folhear as páginas de um livro que terá tanto de simples como de belo, e cuja apresentação terá lugar no início do Outono”.

A nível da comunicação o projecto conta com o apoio de mais uma mulher, a designer de comunicação Ana Melo, doutoranda da Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa com uma investigação sobre o papel do design na valorização e reinvenção dos territórios do Interior.

O website “Queijeiras”, que vai estar disponível a 27 de Março, dará a conhecer todas as mulheres envolvidas no projecto e será um dos locais de venda da capa. A qual também estará disponível na loja online da Burel Factory e outros locais que, entretanto, venham a ser seleccionados. Ainda neste portal constará o repositório e todo o ‘storytelling’ do projecto, dando destaque aos parceiros e personalidades que o divulguem, notícias publicadas e resultados alcançados.