Coimbra  11 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Que futuro para o futebol profissional de Coimbra?

17 de Novembro 2020 Jornal Campeão: Que futuro para o futebol profissional de Coimbra?

Ainda não é desta que os fãs portugueses de apostas desportivas vão poder apostar em equipas de Coimbra no site da Betway. Na época 2019/20, a Académica de Coimbra – representante histórico do distrito na Primeira Liga – voltou a não conseguir terminar num dos dois lugares de qualificação à Primeira Liga da LigaPro, tendo ficado em 7.º lugar, uns bons 13 pontos abaixo do segundo classificado Farense.
A Betway desporto disponibiliza apostas para todos os jogos da Primeira Liga de Portugal, assim como 533 outras competições de futebol, mas os fãs de apostas de Coimbra vão ter mesmo que esperar pelo menos mais um ano para poderem apostar numa equipa da “casa”. No entanto, e ainda que o futebol conimbricense não conte com um representante no escalão máximo desde que a Académica foi despromovida em 2015/16, nem tudo são más notícias para os clubes do distrito no recomeço das competições oficiais.

Nove novas equipas de futebol sénior em Coimbra

Tal como o Diário As Beiras noticiou, existem nove novas equipas séniores no distrito, o que pode representar um bom prenúncio para o futuro do futebol na região de Coimbra. Neste ponto, destacam-se o regresso do Ala-Arriba, emblema histórico da vila de Mira, e a criação de novas equipas B, nomeadamente o Vinha da Rainha B e a Naval 1893 B.
Em 2020/21, a AF Coimbra conta com mais de 40 clubes inscritos nas competições oficiais de futebol de Portugal, sendo que apenas 4 (Académica, Carapinheirense, Condeixa, e Oliveira do Hospital) disputam as divisões profissionais. Das 22 associações de futebol profissional de Portugal, apenas 7 se encontram representadas por clubes da Primeira Liga. Disponíveis no site de apostas desportivas da Betway, as AF do Algarve, Braga, Madeira, Porto, Lisboa, Viseu, e Ponta Delgada contam com emblemas a jogar ao mais alto nível.

Uma Primeira Liga diversa a apontar para o Norte

Apesar da baixa representatividade de certos distritos, como Coimbra, a Primeira Liga portuguesa tem vindo a tornar-se mais diversa e abrangente, contando com equipas vindas do Norte, Centro, e Sul de Portugal continental, assim como com representantes da Madeira e dos Açores. De todas as associações de futebol, a AF Braga é curiosamente aquela que conta com mais clubes na Primeira Liga: um total de 5 representantes, que incluem o Sporting de Braga, o Vitória, o Moreirense, o Gil Vicente, e o Famalicão. Seguem-se a AF Porto com 4 representantes, a AF Lisboa com apenas 3, as AF Madeira e Algarve, com 2 cada, e as AF de Viseu (Tondela) e Ponta Delgada (Santa Clara). Apesar da diversidade de clubes em competição, o destaque vai para o futebol do Norte do país, que tem vindo a ganhar cada vez mais expressão nos campeonatos profissionais. O advento de clubes como o Famalicão e o Moreirense tem contribuído de forma decisiva para este fenómeno. No sentido inverso, a AF Lisboa – tradicionalmente uma das mais fortes do país – conta com apenas 3 clubes: os “grandes” Benfica e Sporting e uma rebaptizada B-SAD (ex-Os Belenenses). A época 2020/21 é também a primeira em muitos anos em que a AF Algarve conseguiu inscrever 2 participantes em simultâneo na Primeira Liga, devido à promoção do Farense e à manutenção de secretaria do Portimonense.