Coimbra  12 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Quase 500 jovens na lista de espera para entrar em programa educativo Tumo Coimbra

3 de Abril 2024 Jornal Campeão: Quase 500 jovens na lista de espera para entrar em programa educativo Tumo Coimbra

O Tumo Coimbra, um programa educativo gratuito centrado nas tecnologias criativas, conta neste momento com 914 participantes, com idades entre os 12 e os 18 anos, e regista quase 500 na lista de espera para entrar no projecto.

O projecto arrancou em Setembro, numa confluência de vontades e investimentos de empresas ligadas a Coimbra, fundações nacionais e Câmara Municipal, funcionando no antigo edifício dos CTT, no centro da cidade, cedido pela Altice Portugal para o programa que procura cruzar tecnologia e criatividade na formação de jovens.

“Estamos muito satisfeitos com os resultados do Tumo Coimbra nestes primeiros seis meses”, afirmou a directora do programa, Filipa Cunha, numa resposta escrita enviada à agência Lusa, salientando que num levantamento de dados feito no início de 2024 o grau de satisfação dos jovens foi de 6,8, numa escala de 1 a 7.

Para Filipa Cunha, apesar de Coimbra ter sido o primeiro exemplo do género em Portugal (o Tumo começou na Arménia em 2011 e tem centros por todo o mundo), a equipa considera que tem sido possível dar aos jovens, “independentemente do seu nível socioeconómico, um espaço de aprendizagem disruptivo com uma oferta diferenciadora em tecnologia e artes, onde impera a criatividade, o espírito crítico e a resiliência”.

Segundo dados do Tumo Coimbra enviados à agência Lusa, neste momento há 914 estudantes participantes, dos quais 70% com idades entre os 12 e os 15 anos e os restantes entre os 16 e os 18 anos.

Actualmente, o Tumo conta com 495 jovens em lista de espera e regista uma taxa de abandono de cerca de 9%, continuando a receber “novos jovens ao longo do ano”.

Com uma capacidade actual de 1.050 estudantes, o Tumo Coimbra pretende alcançar “os 1.500 jovens nos próximos anos”, acreditando que será possível um aumento de vagas já no próximo ano lectivo. Relativamente ao género, quase 60% dos participantes são do sexo masculino e 40% do sexo feminino, referiu.

Cerca de 80% dos estudantes estão matriculados na rede pública do concelho e 12% beneficiam de acção social escolar, valor ligeiramente abaixo da taxa global do concelho, que, segundo a Câmara de Coimbra, tem cerca de 16% de alunos beneficiários de acção social escolar, entre o 3.º ciclo e o ensino secundário.

O Tumo Coimbra, que foi inaugurado no final de Setembro e cujas actividades educativas arrancaram em 2 de Outubro, oferece sessões presenciais de duas horas, duas vezes por semana, em áreas como a animação, desenvolvimento de jogos, programação, música, design gráfico ou robótica, entre outros.