Coimbra  25 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

PSP identificou 18 pessoas por incumprimento das medidas do estado de contingência

17 de Setembro 2020 Jornal Campeão: PSP identificou 18 pessoas por incumprimento das medidas do estado de contingência

Dezoito pessoas entre os 20 e os 25 anos foram identificadas por incumprimento das medidas impostas pelo estado de contingência.

Nesta quinta-feira (17), cerca das 04h30, a PSP dirigiu-se à Rua Guerra Junqueiro, em Coimbra, onde estaria a decorrer uma festa no terraço de uma habitação.

No local, os agentes viram que os participantes da festa já tinham saído da residência em questão, formando um aglomerado na via pública e desrespeitando as recomendações da Direcção-Geral da Saúde de distanciamento social e uso de protecção individual, bem como o artigo que impõe um limite de 10 pessoas em eventos, salvo se pertencerem à mesma família. A Polícia percebeu, ainda, que os indivíduos estavam a consumir bebidas alcoólicas, desrespeitando, ainda, outra regra decretada pelo estado de contingência.

Todas as pessoas foram identificadas e foi determinado que dispersassem, o que acataram.

 

Mulher detida por furto

Na passada quarta-feira (16), a PSP foi chamada a um estabelecimento de saúde de Coimbra onde havia notícia de furto de oportunidade, cerca das 12h30.

No local, contactada a vítima – uma mulher de 40 anos – explicou-nos que se tinha esquecido da sua carteira numa casa de banho do estabelecimento e, quando lá voltou para a recuperar, já lá não estaria.

Mais tarde recebeu a informação de que a carteira tinha sido encontrada e estava à guarda de um dos serviços, para onde se dirigiu.

Já na posse da carteira, a proprietária percebeu que tinha sido vítima de furto, uma vez que o avultado valor em dinheiro que tinha no seu interior havido sido subtraído.

Os agentes desenvolveram as diligências possíveis e identificaram a suspeita, uma mulher de 48 anos, que tinha na sua posse o valor dissimulado em algumas peças de roupa, pelo que foi detida pelo crime em apreço.

Foi constituída arguida, sujeita a Termo de Identidade e Residência e será presente a Tribunal para aplicação de medidas de coacção.