Coimbra  17 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

PS/Coimbra: Rui Alírio aponta a Carlos Cidade relativo fracasso

21 de Dezembro 2017

Para Rui Alírio, protagonista de um duelo pela liderança concelhia do PS/Coimbra, a recandidatura do opositor é “o reconhecimento de que algo não tem corrido bem” no foro partidário.

A declaração do opositor de Carlos Cidade foi prestada, hoje, ao “Campeão”, durante a apresentação da candidatura a um grupo de camaradas, entre eles Luís Vilar, Adelaide Soares, Mário Carvalho, José Manuel Nunes, Manuel Antão, Luís Carlos Pinto, António Vaz e Luís Santarino.

António Reis Marques é o presidente da Comissão de honra da candidatura de Rui Alírio.

Ao opinar que o recente desfecho eleitoral autárquico podia ter sido melhor para o PS, Alírio considerou que os resultados alcançados pelo partido no concelho conimbricense ficaram “aquém do mérito inerente ao desempenho” de Manuel Machado.

O Partido Socialista conquistou, este ano, pela segunda vez consecutiva a presidência da Câmara conimbricense, desfrutando, contudo, apenas de maioria relativa no âmbito do executivo municipal, e não fez eleger os timoneiros de sete das 18 freguesias do concelho, nomeadamente o da Junta de Santo António dos Olivais e os das congéneres de Santa Clara / Castelo Viegas, de Assafarge / Antanhol e o da União de Freguesias de Coimbra.

Depois de ter cumprido dois mandatos na liderança concelhia do PS/Coimbra, Carlos Cidade, vereador, declinou recandidatar-se, em 2013, mas a passagem de testemunho a Rui Duarte deixou a desejar.

Chamado a cumprir um ano de mandato do quadriénio 2014 -17, o vereador opta, agora, por voltar a perfilar-se para a presidência da Comissão Política Concelhia de Coimbra (CPCC) do PS.

Apologista do empreendedorismo, Rui Alírio preconiza “a reinvenção” da vida em comunidade, a dinamização das secções partidárias e “o reforço do papel” da CPCC no cômputo da dezena e meia de estruturas homólogas existentes no distrito.

Defensor do interesse colectivo acima do individual, Alírio afirma sonhar com “uma sociedade mais justa e fraterna”.

Ao enaltecer “as qualidades profissionais e políticas” do opositor de Cidade, Luís Vilar, ex-líder concelhio do PS/Coimbra, disse ver em Alírio um “símbolo de uma nova geração”.

Gestor e investigador, Rui Alírio é doutorando em Engenharia e Gestão Industrial e desempenhou a função de adjunto de um antigo titular do outrora Governo Civil de Coimbra (Henrique Fernandes).

A eleição da futura CPCC do Partido Socialista realizar-se-á a 20 de Janeiro [de 2018].

 

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com