Coimbra  4 de Dezembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

PS dos Olivais quer estratégia para “Coimbra – Capital da Saúde”

14 de Julho 2020 Jornal Campeão: PS dos Olivais quer estratégia para “Coimbra – Capital da Saúde”

“Reorganização estratégica para Coimbra – Capital da Saúde” foi a moção aprovada pela Secção do PS de Santo António dos Olivais, defendendo que haja uma cooperação para alcançar este desígnio.

Na moção, é endereçada “uma palavra de exigência e sentido de responsabilidade à ministra da Saúde, a todos os actores da saúde locais, políticos da cidade e região, para que estes, numa nova sinergia entre instituições locais e Ministério da Saúde, estabeleçam nos vários edificados pertencentes ao CHUC um pólo de saúde altamente diferenciado e recoloquem como desígnio das suas instituições e gentes “Coimbra – Capital da Saúde”.

O documento, aprovado em reunião realizada dia 09, na Casa da Cultura, teve como mentor António Simões, secretário coordenador da estrutura dos Olivais do PS, e resulta de “um desafio lançado a um conjunto de médicos com mérito reconhecido, militantes nesta Secção e de uma auscultação séria das instituições locais de Saúde”.

Segundo António Simões, “deste processo resulta a certeza que os problemas da Saúde em Coimbra vão muito além do Hospital Geral (dos Covões) e que a reflexão a fazer é estratégica e a longo prazo”.

Nesta moção, dentro de muitas outras reivindicações, são solicitados ao Conselho de Administração do CHUC pontos tão importantes como:

Um plano estratégico de reorganização de todos os serviços de Saúde em Coimbra e a sua distribuição por todo o edificado gerido por este Conselho de Administração;

Um plano funcional para os serviços do Hospital Geral (Covões) e no mais curto prazo a apresentação de uma carta de linhas gerais dessa reorganização;

Solicitação junto da ministra da Saúde para que esta defina, com a máxima brevidade, a localização para a construção da nova Maternidade com serviço perinatal altamente diferenciado, que sirva e seja referência para toda a zona Centro;

Cooperação com a ARS Centro e com a comunidade intermunicipal da região de Coimbra, na definição de uma estratégia que estabeleça um plano global das unidades de urgência da cidade e região, devendo este plano englobar de forma integrada, as unidades de cuidados primários, continuados e hospitalares;

Cooperação com a autarquia de Coimbra no desenvolvimento do plano de mobilidade que sirva todos os pólos de saúde da cidade, resolvendo a curto prazo os problemas de estacionamento no pólo HUC. Solicitando em paralelo ao Conselho de Administração uma nova organização da actual caótica circulação dentro do principal pólo de Ciências da Saúde em toda a área de Celas;

Cooperação com a ARS Centro na requalificação das Urgências do pólo HUC, projectada há quatro anos, com financiamento europeu aprovado, reservado e com o objectivo de garantir os cuidados de saúde nessas mesmas urgências em segurança e em plenas condições de dignidade humana, principalmente aos doentes dependentes que são atendidos em maca e que necessitam de ficar em observação.

Na reunião dos socialistas dos Olivais foi proposto um voto de louvor à ministra da Saúde e ao seu colectivo, pelo “trabalho que têm desenvolvido por Portugal neste momento difícil que vivemos originado pela covid-19”. No mesmo texto deixa-se “uma palavra de confiança sobre a atenção que Marta Temido dará, a seu tempo, às questões da Saúde em Coimbra, mostrando que este tempo pandémico torna estas questões não prioritárias”.