Coimbra  24 de Fevereiro de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

PS diz que quis “servir as pessoas” com saída de Penacova da APIN

13 de Março 2020 Jornal Campeão: PS diz que quis “servir as pessoas” com saída de Penacova da APIN

O PS de Penacova justificou, hoje, a saída do concelho da Associação Intermunicipal de Ambiente do Pinhal Interior (APIN) com a necessidade de “uma nova orientação que sirva as pessoas”.

“O tema dos novos tarifários da água e do saneamento praticados pela APIN trouxe a Penacova a necessidade de um entendimento e de uma nova orientação que sirva as pessoas”, refere a Comissão Política Concelhia de Penacova do PS, presidida por Pedro Alpoim.

Considerando que os autarcas socialistas “são antes de mais também cidadãos”, o partido reconhece que eles vieram igualmente “indagar os motivos dos aumentos, as regras da facturação e, compreensivelmente, solicitar a alteração do que não está bem”.

Na quarta-feira, a Assembleia Municipal (AM) de Penacova votou por unanimidade (PS, PSD e CDU) a “saída imediata” da autarquia da APIN, aprovando uma proposta do presidente da mesa, Pedro Coimbra, deputado na Assembleia da República e presidente da Federação de Coimbra do PS.

Corroborando as reivindicações do Movimento Espontâneo de Cidadãos (MEC), que se congratulou com a saída de Penacova da empresa multimunicipal, a CDU e o PSD tinham apresentado moções próprias em que também preconizavam a desvinculação da APIN.

Os dois documentos, no entanto, foram rejeitados pelo PS, contando cada um deles com os votos favoráveis apenas do PSD e da CDU.

“A manifestação que se fez sentir é uma prova de que a democracia em Penacova está viva. As pessoas tiveram o direito de falar, sabendo que seriam ouvidas”, salienta o PS.

Defendendo que a saída da APIN “não devia ter sido uma questão partidária”, o PS recorda que, “lamentavelmente, houve logo quem se infiltrasse no meio dos cidadãos para tirar proveito do descontentamento”.

“Esteve à vista de todos o aproveitamento triste e infeliz de alguns elementos do PSD”, acentua a nota, acusando esta força política de tentar “passar a ideia de que sempre esteve contra”, apesar de ter “votado a favor da entrada de Penacova na APIN”.

Para o PS, o socialista Humberto Oliveira, presidente da Câmara e do Conselho de Administração da APIN, “teve a humildade de ouvir as pessoas, de privilegiar a opinião destas e seguir o rumo da vontade colectiva”.

Também Pedro Coimbra “está, como sempre esteve, ao lado de Penacova e dos penacovenses”, trabalhando “pela melhoria da qualidade de vida das famílias e dos cidadãos”, de acordo com a Comissão Política Concelhia do PS.