Coimbra  22 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

PS de Oliveira do Hospital apresenta queixa por nova vandalização de ‘outdoors’

9 de Setembro 2021 Jornal Campeão: PS de Oliveira do Hospital apresenta queixa por nova vandalização de ‘outdoors’

O Partido Socialista (PS) de Oliveira do Hospital apresentou, esta quinta-feira, uma queixa crime por vandalização de “outdoors”.

“No espaço de menos de um mês é a segunda vez que a candidatura de José Francisco Rolo assiste a actos de vandalismo praticados sobre os seus meios de campanha”, refere o partido, acrescentando que “depois do que aconteceu em Alvoco das Várzeas, desta vez foi um dos ‘outdoors’ colocado em Seixo da Beira a ser completamente vandalizado”.

“É uma atitude miserável, que só demonstra o desespero dos nossos adversários. Estas atitudes são uma vergonha, um atentado contra a democracia, a liberdade e a seriedade de quem anda na política de cabeça erguida” – refere José Francisco Rolo, sublinhando ainda que “são actos próprios dos que não estão preparados para assumir a responsabilidade de governar uma freguesia ou um concelho”.

“Que estes ataques à nossa equipa de Seixo da Beira e a Margarida Claro, sejam entendidos como ataques de desespero e desnorte, ataques a todos nós, ataques vergonhosos, que só nos unem e reforçam a nossa vontade de vencer”, frisa ainda José Francisco Rolo, que é o candidato do PS à presidência da Câmara de Oliveira do Hospital.

O PS volta a sublinhar que, desde que a candidatura “Juntos na Linha da Frente” foi lançada, “tem sido alvo de todo o tipo de ataques verbais escritos nas redes sociais e assentes em críticas falsas e totalmente infundadas, numa tentativa clara de condicionar a atividade eleitoral, culminando agora com atos de vandalismo intoleráveis”.

“Nem a própria página oficial de Facebook de José Francisco Rolo tem sido poupada a constantes ataques orquestrados por pessoas que teimam em não respeitar as regras democráticas”, acrescanta o partido.

O PS reitera que “tudo fará para que a campanha eleitoral decorra com respeito, elevação e apresentação de projectos que permitam desenvolver o concelho de Oliveira do Hospital, pedindo desde já aos Oliveirenses que todas estas acções negativas contra a democracia, sejam devidamente punidas nas urnas, no dia 26 de Setembro”.