Coimbra  24 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

PS de Coimbra pede à ministra da Saúde que ajude a abrir Centro de Testes

6 de Abril 2020 Jornal Campeão: PS de Coimbra pede à ministra da Saúde que ajude a abrir Centro de Testes

O presidente da Comissão Política Concelhia do PS, Carlos Cidade, dirigiu hoje uma carta à ministra da Saúde, apelando à abertura do Centro de Testes de Diagnóstico Móvel Público de Coimbra e queixando-se da ARS-Centro.

Também vice-presidente da Câmara de Coimbra, Carlos Cidade dirige-se a Marta Temido para recordar que o Município tem, desde 23 de Março, pronto para abrir um Centro de Diagnóstico Móvel Público à Covid-19, no espaço da Praça da Canção, no Parque Verde do Mondego, o que até agora não aconteceu.

O líder socialista acrescenta que o espaço está programado para abrir numa cooperação institucional pública do Município (gestão e logística) com a ARS-Centro (testes e outras necessidades técnicas) e a Universidade de Coimbra (apoio na análise laboratorial/resultados de testes).

“Infelizmente e por motivos variados, a ARS-Centro tem vindo a adiar o cumprimento do seu papel nesta importante acção de apoio à mitigação deste vírus”, escreve Carlos Cidade, entendendo “as muitas dificuldades que esta crise implica nesta gestão, muitas delas com carácter institucional”, mas acrescentando que “Coimbra não pode ser deixada para trás, pelo que importa que o Ministério da Saúde, via ARS-Centro, e todas as instituições e órgãos de saúde pública envolvidos nesta operação dêem máxima urgência à resolução deste impasse e que exista transparência na comunicação entre as várias entidades e para a população”.

“Desde a primeira hora, os Hospitais de Coimbra (HUC e Covões) foram e são centros de referência da região para a sinalização, internamento e tratamento dos doentes com a Covid-19, mas o trabalho de excelência, quer dos nossos profissionais da saúde, da nossa Universidade, do Município e dos seus funcionários, quer dos nossos cidadãos, não pode ser melindrado por estas falhas que colocam em causa o mais elementar sentimento de confiança nas instituições de Saúde e no Governo, em quem hoje mais precisamos de confiar”, considera Carlos Cidade.

O líder concelhio do PS expressa o seu “sentimento de apreensão”, mas também incentiva à “mobilização interinstitucional” para “o rápido fornecimento das condições para a abertura ao público do Centro de Diagnóstico Móvel Público de Covid-19 de Coimbra, com a certeza que este servirá para melhorar a sinalização de casos e garantir uma melhor segurança dos que precisam de continuar a trabalhar em prol de todos nós”.

“Ninguém entende que, na sua e nossa cidade, identificada como Cidade da Saúde e do Conhecimento, como assumimos publicamente, isto possa estar a acontecer”, termina o presidente concelhio do PS a carta dirigida a Marta Temido.