Coimbra  24 de Julho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Providência Portuguesa inaugura exposição “Sentir os Tempos”

7 de Abril 2021 Jornal Campeão: Providência Portuguesa inaugura exposição “Sentir os Tempos”

A Providência Portuguesa vai inaugurar amanhã, dia 08, a partir das 17h30, a exposição “Sentir os Tempos”.

“Os tempos que vivemos é o mote da exposição que ilustra algo nunca vivido, e que talvez fosse uma utopia para muitos.
Com diferentes linguagens e técnicas plásticas, com abordagens mais figurativas e/ou abstratas, pretende ser uma reflexão do sentir e da percepção do tempo durante este período pandémico”, explicou a Providência Portuguesa.

“Distinta em três sequências de tempos, considera a primeira, a do desconhecimento, da proximidade proibida, da reclusão de nós mesmos enquanto indivíduos e grupo, da ausência, da perda, do medo e da fé.  A segunda sequência é da dissipação da confusão, reflexão sobre a aceitação, a adaptação e transformação das emoções. A terceira é a da humanidade, da esperança, da coragem, da capacidade de ouvir e de amar, da liberdade, da contemplação, da importância do mundo natural, da compaixão, do altruísmo e resiliência”, referiu.

A exposição, com 15 obras doadas de outros tantos artistas, vai decorrer na Casa da Mutualidade, em Coimbra.

Os artistas são José Manuel Pedrosa, Alda Belo, Lucy Costa, Helena Roso, Tiago Ferreira, Agostinho Ribeiro, Joaquim Baptista, Abílio Marcos, Maria Guia Pimpão, Luís Godinho, António Agante, Esmeraldina, Sílvia Peça, Sérgio Azevedo e Kim Molinero.

A Casa da Mutualidade – Galeria de Arte e Centro de Mutualismo é o espaço polivalente d’ A Previdência Portuguesa no qual a Instituição promove e acolhe a realização de eventos de índole associativa, cultural e mutualista. “É no Dar que se Recebe” é o lema d’ A Previdência Portuguesa, fundada em 1929.