Coimbra  27 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Protecção civil da Mealhada reforça medidas de combate à pandemia

6 de Novembro 2020 Jornal Campeão: Protecção civil da Mealhada reforça medidas de combate à pandemia

A Comissão Municipal de Protecção Civil da Mealhada (CMPCM) aprovou o reforço das medidas de protecção e combate à pandemia nas feiras do concelho, o aumento da fiscalização por parte da GNR e o apoio da Câmara Municipal na cedência de viaturas e de pessoal administrativo para viabilizar o aumento do número de testes  Covid-19 à população do concelho.

O objectivo destas medidas, aprovadas na última reunião da CMPCM, é o de reduzir ao máximo os efeitos da segunda vaga do vírus SARS-CoV-2.

A CMPCM entendeu, nas feiras de Barcouço, Mealhada e Vacariça, reforçar a presença da GNR e impor a lotação máxima de quatro pessoas nas bancas com maiores dimensões e de duas pessoas nas mais pequenas. Haverá também um reforço da fiscalização do uso de máscaras e desinfecção de mãos à entrada e saída de cada feira.

A Câmara da Mealhada vai ainda assumir um investimento com aquisição de viaturas para ajuda no combate à Covid-19 e apoiar, com pessoal administrativo, a delegada de saúde concelhia, Anunciação Costa, que falou na reunião sobre os ataques e insultos de que tem sido vítima por parte de pessoas infectadas e seus familiares, os quais mereceram um voto de repúdio por parte do presidente do Município, o autarca Rui Marqueiro.

Na mesma reunião da CMPCM, a delegada de saúde defendeu a continuidade das aulas presenciais nas instituições de ensino do concelho e apelou a “um reforço do respeito pelas regras da Direcção-Geral da Saúde e um maior civismo dos munícipes, para que a situação não se agrave e se mantenha, na pior das hipóteses, neste patamar, que felizmente está longe de ser grave”.

Cenário favorável que, segundo Rui Marqueiro, resulta de um “esforço financeiro muito forte, conjugado com várias acções implementadas, que têm sido fundamentais para alcançar bons resultados”.

“É o caso do Serviço de Apoio Comunitário em Rede, que disponibiliza ajuda a pessoas em confinamento, e da política massiva de testagem da população concelhia, que conta já com 8 000 testes realizados e quatro rondas efectuadas em lares”, disse o autarca.

O edil deu também conhecimento à CMPCM de que o hospital da Santa Casa da Misericórdia da Mealhada já está a fazer, em regime drive-in, testes à Covid-19, através de zaragatoa. Os testes são gratuitos se forem feitos por indicação do médico de família ou da delegada de saúde e terão um custo de 100 euros se forem feitos por iniciativa particular.

Nesta reunião da CMPCM foi deixado um voto de confiança e um elogio à população do concelho da Mealhada pela forma como decorreu a ida aos cemitérios no dia 01 de Novembro, Dia de Todos os Santos.