Coimbra  20 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Projecto Se-Mente inaugura espaço inovador em Coimbra

30 de Junho 2023 Jornal Campeão: Projecto Se-Mente inaugura espaço inovador em Coimbra

O projecto Se-Mente – Superação e Estimulação da Mente inaugurou, na quinta-feira (29), um espaço físico, em Coimbra, que foi construído para ser “estimulante” e “adaptado” aos pacientes e às suas necessidades.

“Estou feliz de termos as portas abertas, numa casa que era assim que eu idealizava”, afirma Raquel Redondo, directora do Se-Mente.

“Não queríamos infantilizar o espaço, que é algo que eu vejo muitas vezes”, mas sim “algo digno, dirigido a pessoas mais velhas, que merecem carinho, cuidado e serem tratadas com a dignidade que a idade já lhes permitiu conquistar”. Por isso, a unidade foi construída de forma a ser “suficientemente estimulante e adaptada para estas características”, completa.

O projecto presta serviços a pessoas com demência e declínio cognitivo ligeiro, bem como aos seus cuidadores. Para tal, são realizadas diversas actividades, individualmente ou em grupo, e consultas psicológicas.

“Manter a actividade cerebral reduz o declínio. Portanto estimular tem um efeito positivo na preservação das nossas capacidades, mesmo quando existe uma doença, como o alzheimer”, por exemplo, evidencia Raquel Redondo.

Nesse âmbito, foram construídas uma sala de estar (tanto para ocupações, quanto para descontrair), uma cozinha e uma copa (para refeições e treino de actividades de vida diária) e um ginásio (destinado a programas de caráter mais motor). Além disso, há gabinetes onde, para além dos treinos, oferecem atendimento a pessoas que não tenham qualquer patologia, mas que estejam interessadas na prevenção do aparecimento de doenças.

Por isso, o projecto dirige-se, principalmente (embora não exclusivamente) a pessoas “que tenham já um diagnóstico” e que necessitem “estimular a mente, o corpo e a ocupação”, esclarece.

“Nós sabemos que a idade é um factor crucial para o desenvolvimento da demência e não conseguimos controlar a idade. A população portuguesa está a envelhecer, neste momento estima-se em cerca de 200 mil os portugueses com quadro de demência, sendo que este número pode vir a aumentar”, afirma.

Entretanto, embora não se possa controlar o envelhecimento, a directora destaca que existem alguns factores de risco que são conhecidos e que, se forem controlados, podem influenciar os resultados (como a obesidade, o consumo excessivo de álcool, a inactividade física, depressão, isolamento, entre outros). “Por isso, o nosso trabalho é fazer uma abordagem que tente tocar estes diferentes factores”, esclarece.

O Se-Mente também tem as portas abertas a pessoas mais jovens, que busquem, por exemplo, consultas com psicólogos. Além disso há “uma resposta dirigida para cuidadores”, com grupo de suporte e aconselhamento para estes profissionais.

A unidade oferece, também, o Apoio em Casa, para auxiliar os utentes. Originalmente, o projecto era desenvolvido em domicílio, tendo sido esta a inauguração oficial do espaço físico, na Rua Afrânio Peixoto, n.º 92, em Coimbra.