Coimbra  16 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Projecto ‘MOV-TE’ facilita deslocação de pessoas em Montemor-o-Velho

2 de Outubro 2019

Uma viatura 100 por cento eléctrica e amiga do ambiente está ao serviço da população de Montemor-o-Velho para facilitar as deslocações entre o centro histórico e o Mercado Municipal.

O veículo, resultado do projecto “MOV-TE”,  foi apresentado no sábado (28), pelo próprio presidente da autarquia, Emílio Torrão, que se mostrou “feliz com a receptividade das pessoas à proposta do Município”.

O autarca sublinhou que “este é mais um importante passo no caminho de uma mobilidade sustentável e da revitalização do casco velho da vila, através de uma resposta de acessibilidade, amiga do ambiente e inovadora, dirigida aos residentes no centro histórico de Montemor-o-Velho, uma zona que, infelizmente e apesar dos esforços da autarquia, está a ficar desertificada”.

Emílio Torrão destacou, ainda, que “se pretende criar um estímulo ao comércio local, principalmente no mercado municipal, um exemplo de proximidade, qualidade e sustentabilidade, que é simultaneamente um verdadeiro ponto de encontro social”.

Para a vila estão, também, pensados e/ou em curso “outros projectos na área do ambiente, das comunidades sustentáveis e da economia circular que visam uma significativa melhoria da qualidade de vida da população do concelho”, adiantou o édil.

Para Catarina Costa, chefe de unidade de Ambiente, Limpeza Urbana e Saúde Animal da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho e mentora do projecto MOV-TE, “as pessoas responderam bem à viatura” e após uma manhã de sensibilização, “verificou-se que este meio de deslocação entre o centro histórico e o mercado é uma necessidade real da população, principalmente para as pessoas com maiores dificuldades de locomoção”.

“Os próprios comerciantes gostaram da ideia de podermos ajudar a trazer mais consumidores ao mercado”, revelou, salientando que, nos próximos tempos, o Município vai “auscultar a população interessada” para, eventualmente, se “redefinir o circuito e as paragens que estavam inicialmente previstas em função das necessidades detectadas”.

Apoiados pelo Fundo Ambiental, o “MOV-TE” pretende, igualmente, “fomentar a redução da quantidade de plástico desperdiçado, através da substituição dos sacos de plástico tradicionais por soluções mais sustentáveis, como as cestas, os sacos de pano e de TNT (tecido não tecido), reutilizáveis, para transporte dos bens”, realça o Município.

Assim, o objectivo é que atingir uma redução de 420 quilogramas de plástico e de 470 quilogramas de dióxido de carbono por ano.

Com este projecto, Montemor-o-Velho quer, ainda, “criar um estímulo ao comércio de proximidade, promover uma maior interacção social e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida numa sociedade de baixo carbono”.

A viatura 100 por cento eléctrica, adquirida pelo Município, e que agora está ao serviço da população tem autonomia para percorrer até 150 quilómetros, pode transportar até quatro pessoas e tem uma capacidade de carga de 1630 quilogramas.

Quem pretender utilizar este meio de transporte para fazer as suas compras no Mercado Municipal deve, nesta primeira fase, contactar a Câmara Municipal.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com