Coimbra  4 de Julho de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Projecto europeu de Empreendedorismo no feminino reuniu-se em Coimbra

19 de Janeiro 2017 Jornal Campeão: Projecto europeu de Empreendedorismo no feminino reuniu-se em Coimbra

A primeira reunião do projecto europeu “empowerWOMENt”, que envolve entidades de sete países, decorreu, hoje, em Coimbra, na Comunidade Intermunicipal (CIM – RC).

O objectivo deste projecto é “activar os ‘ecossistemas’ de apoio ao empreendedorismo feminino”.

“As mulheres têm necessidades diferentes das dos homens e pretendemos fazer a ligação entre o apoio ao empreendedorismo, que já existe na região e está consolidado”, e o género feminino, explicou à Agência Lusa Carla Duarte, coordenadora do IEBA Centro de Iniciativas Empresariais e Sociais, sediado em Mortágua, que é o parceiro nacional do projecto.

Segundo a responsável, a intenção é, também, combater os estereótipos e dar a possibilidade a um conjunto de entidades de existem na cidade e na região que apoiam mulheres, mas “que muitas vezes não sabem orientá-las quando têm projetos de empreendedorismo”, até porque “a conciliação da vida pessoal e profissional das mulheres é sempre um dos aspectos que lhes causa mais dificuldades, nomeadamente quando têm filhos a seu cargo”.

Por terem vidas mais preenchidas, o tempo para desenvolver os seus projectos acaba por ser menor, contudo, e nas palavras de Carla Duarte, “as mulheres quando se dedicam são pessoas bastante empreendedoras e capazes”.

Mas nem sempre a vontade e empenho das mulheres chega para desenvolverem os seus projectos, “as entidades de apoio ao empreendedorismo nem sempre estão despertas para estas questões e outras especificidades das mulheres”, pelo que é necessário estabelecer pontes e criar metodologias que fomentem as suas iniciativas.

O projecto “empowerWOMENt” teve início em Setembro, tem uma duração de dois anos, e é promovido pela direcção provincial da Família e Políticas Sociais de Ankara, na Turquia, envolvendo uma parceria de oito entidades de Áustria, Espanha, França, Itália, Portugal, Roménia e Turquia.

No final do projecto, Carla Duarte gostava que as entidades de apoio ao empreendedorismo “passassem a ter uma sensibilidade e a estar muito mais despertas para as questões das mulheres, que houvesse mais mulheres empreendedoras e que se tivesse conseguido, efetivamente, fazer o seguimento de um conjunto de mulheres e de projectos que vinguem”.

Por outro lado, acrescenta, ficará satisfeita se se “tiver conseguido desenvolver metodologias adequadas a saber acompanhar mulheres ao longo do processo” de apoio ao empreendedorismo, sensibilizado as entidades e adquirido competências na região.

Amanhã (20), também em Coimbra, vai decorrer um evento de “networking” (rede de trabalho), entre as 14h00 e as 15h30, para o qual foram convidadas várias entidades e mulheres empreendedoras de Coimbra, no sentido de “se estabelecerem contactos, (re)encontrarem colegas e entidades, e conversar sobre como impulsionar o empreendedorismo feminino”.