Coimbra  17 de Maio de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Projecto alerta para “as avarias na fábrica de energia” do corpo humano

3 de Março 2022 Jornal Campeão: Projecto alerta para “as avarias na fábrica de energia” do corpo humano

Alertar para a problemática das doenças causadas pela falha de produção de energia no corpo humano é o objectivo do “Mit.OnOff”, um projecto de comunicação de ciência do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra (UC).

Assente numa parceria bilateral entre a Universidade de Coimbra e a Universidade de Bergen (Noruega), este projecto visa criar um livro ilustrado, em português, inglês e norueguês, como ferramenta de literacia, de modo a sensibilizar a população para as doenças raras, em particular as que afectam as “centrais energéticas” das células humanas – as mitocôndrias. Estas doenças raras designam-se citopatias mitocondriais e são, por norma, desafiantes de diagnosticar e tratar. Um exemplo é a neuropatia ótica hereditária de Leber – LHON, uma forma de cegueira que afecta sobretudo jovens adultos e que, apesar de ser rara, é hereditária e tem um tratamento muito limitado, sendo considerada ainda incurável.

Assim, o “Mit.OnOff” centra-se “na sensibilização da população, de Portugal e da Noruega, para este tema, permitindo a amplificação da literacia em ciência e saúde”, explica Manuela Grazina, líder de grupo do CNC e coordenadora do projecto.

“Espera-se ainda que a produção deste livro ofereça aos doentes um sentido de inclusão, dando-lhes visibilidade e influenciando a toma de decisões relativas à doença”, acrescenta a também docente da Faculdade de Medicina da UC.

Este é um projecto que beneficia não só a população em geral, mas também a comunidade científica: “trata-se da construção de uma ferramenta que nos permite levar informação científica às pessoas e aproximá-las da ciência. Acreditamos que poderá ainda revelar-se um meio educativo em escolas, associações de doentes, instituições de prestação de cuidados de saúde e afins”, conclui.

O desenvolvimento do livro arrancou no final do mês de Fevereiro, com uma equipa multidisciplinar de investigadores, comunicadores de ciência e uma ilustradora.

Durante um ano serão desenvolvidos materiais de divulgação para promover a sensibilização para as citopatias mitocondriais. O lançamento do livro está previsto para Fevereiro de 2023, mês em que se celebra o Dia Mundial das Doenças Raras.

O projecto é desenvolvido com financiamento do Fundo de Relações Bilaterais (EEA Grants).