Coimbra  15 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Primeiro-ministro na Figueira da Foz solidário com as vítimas de naufrágio

3 de Julho 2024 Jornal Campeão: Primeiro-ministro na Figueira da Foz solidário com as vítimas de naufrágio

O primeiro-ministro expressou esta quarta-feira a solidariedade do Governo para com as vítimas do naufrágio ocorrido de madrugada ao largo das praias de São Pedro de Moel e Vieira de Leiria, que vitimou três pescadores.

Três de 17 pessoas que seguiam na embarcação que naufragou continuam desaparecidas, estando confirmados três mortos e o resgate de 11 elementos com vida, três dos quais estão internados, um dos quais na Unidade de Cuidados Intensivos dos Hospitais da Universidade de Coimbra.

Numa visita ao final do dia à Docapesca, na Figueira da Foz, onde participou numa reunião com várias entidades, o primeiro-ministro Luís Montenegro expressou “pesar, consternação e solidariedade a todos aqueles que foram atingidos” pela tragédia.

“Em nome dos portugueses e do Governo da República quero dar esta palavra de solidariedade total para com as vítimas, as suas famílias e toda a comunidade piscatória da Figueira da Foz e todos os pescadores portugueses”, sublinhou o líder do Governo aos jornalistas.

Sem querer desviar as declarações do momento trágico, Luís Montenegro elogiou o espírito de entreajuda e solidariedade dos pescadores que socorreram a tripulação da embarcação naufragada.

Enalteceu ainda a intervenção “pronta e sempre muito constante” da Marinha Portuguesa “desde a primeira hora” nas acções de salvamento e busca, que vão continuar durante o dia de quinta-feira.

O primeiro-ministro garantiu ainda apoio às famílias das vítimas ao nível de cuidados de saúde e acompanhamento psicológico, bem como a disponibilidade para acorrer a situações mais imediatas que sejam sinalizadas, nomeadamente nas famílias que tenham ficado sem recursos.

O alerta para o adornamento da embarcação de pesca “Virgem Dolorosa” ao largo das praias de São Pedro de Moel e de Vieira de Leiria foi dado às 4h33 para o comando local da Polícia Marítima da Nazaré.

A “Virgem Dolorosa” é uma traineira com 24 por seis metros, com porto na Figueira da Foz.

A maioria das pessoas que seguiam na embarcação são do concelho da Figueira da Foz, havendo dois tripulantes da Indonésia, que foram resgatados com vida.

As buscas pelos três pescadores da embarcação de pesca estão a decorrer entre estas duas praias por terra, por ar e por mar e vão manter-se durante a noite, de acordo com o porta-voz da Autoridade Marítima Nacional e da Marinha.