Coimbra  7 de Agosto de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Presidente dos CHUC volta a negar intenção de desvalorizar Covões

7 de Julho 2020 Jornal Campeão: Presidente dos CHUC volta a negar intenção de desvalorizar Covões

O presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) repetiu, hoje, junto da Comissão de Saúde da Assembleia da República, que não existe nenhum intenção de desvalorizar o Hospital Geral (Covões).

Ouvido por videoconferência, no âmbito da petição “Devolver a autonomia ao Hospital dos Covões do Centro Hospitalar de Coimbra – Pelo direito ao acesso a cuidados de saúde de qualidade”, Carlos Santos disse que “não existe nenhuma intenção de manter um clima de turbulência” sobre o alegado desmantelamento e desvalorização do Hospital dos Covões.

“Existe por parte do Conselho de Administração intenção de valorizar o Hospital dos Covões e integrá-lo na estratégia de valorização do CHUC. Esta foi a mensagem que deixámos na Comissão de Saúde” – referiu o administrador à agência Lusa.

Segundo Carlos Santos, o objectivo da nova Administração, que iniciou funções no dia 26 de Junho, “é valorizar os Covões com a colocação de respostas complementares aos Hospitais da Universidade de Coimbra, fazendo-o em diálogo e envolvimento das profissionais de saúde, autarquia, Administração Regional de Saúde do Centro, forças vivas da cidade de Coimbra e ordens profissionais”.

O processo de auscultação, acrescenta o responsável, pretende introduzir outras visões no plano estratégico do CHUC, cujas principais linhas e eixos de orientação deverão estar concluídas dentro de dois meses, no máximo.

“Não é expectável que este Conselho de Administração, que tomou posse muito recentemente, tenha um plano estratégico numa semana, mas num curto espaço de tempo queremos ter as principais linhas de orientação estratégica discutidas e consensualizadas”, sublinhou.

Já no dia 29 de Junho, no final de uma visita dos deputados da Comissão de Saúde ao Hospital dos Covões, o presidente do CHUC negou que estivesse em curso qualquer processo de desqualificação daquela unidade hospitalar, situada na margem esquerda da cidade.

A petição que trata de “Devolver a autonomia ao Hospital dos Covões do Centro Hospitalar de Coimbra – Pelo direito ao acesso a cuidados de saúde de qualidade” deu entrada na Assembleia da República no dia 01 de Junho e é subscrita por 4 493 peticionários.

O deputado social-democrata Maló de Abreu, eleito por Coimbra, foi indicado pela Comissão de Saúde como deputado relator da petição, cujo relatório final deverá estar concluído no final do mês para ser discutido na Assembleia da República.