Coimbra  12 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Preços das casas em Portugal aumentaram 0,6% em Fevereiro

5 de Março 2024 Jornal Campeão: Preços das casas em Portugal aumentaram 0,6% em Fevereiro

Os preços das habitações em Portugal registaram um aumento de 0,6% durante o mês de Fevereiro em comparação com o mês anterior. Esta informação é avançada pelo índice de preços do idealista, que revela que o custo médio por metro quadrado (m2) para a compra de casa atingiu os 2.596 euros no final do referido mês, tendo em conta o valor mediano.

A análise revela que este cenário é visível em sete capitais de distrito entre Janeiro e Fevereiro, com Évora a liderar as subidas, registando um aumento de 2,3%. No que diz respeito à variação anual, os preços das casas em Portugal apresentaram um aumento de 6,2%.

Subidas em sete capitais de distrito

Em Fevereiro, os preços das habitações registaram um aumento em sete capitais de distrito, com Évora (2,3%), Guarda (1,4%) e Coimbra (1,4%) a liderarem a lista. Seguem-se Viseu (1,2%), Braga (1%), Setúbal (0,8%) e Porto (0,6%). Entretanto, em Santarém (0,4%), Lisboa (0,4%), Leiria (0,3%), Castelo Branco (0,2%), Faro (0,1%), Viana do Castelo (-0,3%) e Funchal (-0,5%), os preços mantiveram-se estáveis. Por outro lado, registaram-se descidas em Ponta Delgada (-3,1%), Beja (-1,7%), Aveiro (-1,3%) e Bragança (-0,7%).

Lisboa mantém-se como a cidade mais cara para comprar casa

A capital portuguesa, Lisboa, continua a ser a cidade onde é mais dispendioso adquirir habitação, com um custo médio de 5.538 euros por m2. Seguem-se Porto (3.517 euros/m2) e Funchal (3.214 euros/m2), ocupando o segundo e terceiro lugares, respectivamente. As cidades mais económicas para comprar casa são Guarda (795 euros/m2), Castelo Branco (869 euros/m2), Beja (913 euros/m2), Bragança (917 euros/m2) e Santarém (1.213 euros/m2).

Distritos e ilhas

Analisando por distritos e ilhas, verificou-se que as maiores subidas de preços ocorreram na ilha do Pico (3,3%), Beja (3,1%) e ilha do Faial (2,6%). Os distritos mais caros para comprar casa são liderados por Lisboa (3.987 euros/m2), seguido por Faro (3.303 euros/m2) e ilha da Madeira (2.920 euros/m2).

Regiões

No que diz respeito às regiões do país, os preços das casas à venda aumentaram apenas em três: a Área Metropolitana de Lisboa (1%), o Norte (0,7%) e o Algarve (0,6%). A Área Metropolitana de Lisboa continua a ser a região mais cara para adquirir habitação, com um custo médio de 3.617 euros por m2.