Coimbra  25 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Práticas de inclusão do projecto AVIK apresentadas na Cáritas de Coimbra

10 de Setembro 2020 Jornal Campeão: Práticas de inclusão do projecto AVIK apresentadas na Cáritas de Coimbra

As práticas resultantes do projecto AVIK foram apresentadas a vários grupos de colaboradores da Cáritas de Coimbra, tendo como ambição o intercâmbio de competências interculturais e de acções para a inclusão social de migrantes, pessoas refugiadas, pessoas de diferentes etnias ou que se encontrem em situações precárias como o risco de pobreza, por exemplo.

Envolvidos numa formação de curta duração estiveram os equipamentos: Centro Comunitário de Inserção, Equipa de Rua Reduz, Centro de Dia Sol Nascente e viHda+.

O projeto AVIK, co-financiado pelo Programa ERASMUS + da União Europeia, teve início em 2018 e terminou no passado mês de Agosto.

Na sequência desta iniciativa, a equipa do Departamento de Inovação da Cáritas de Coimbra está neste momento a fazer visitas aos seus equipamentos, reunindo as suas equipas para partilhar experiências e dotar estas respostas sociais de materiais simples para apoiar o atendimento e acompanhamento que já é feito aos utentes. Deste ‘kit’ faz parte o jogo “Diversonopoly”, o manual “New Start” e o conceito de “Dinner Club”.

O “Diversonopoly” é um jogo de tabuleiro, que além de incentivar a comunicação intercultural, potencia um entendimento entre população nativa e não nativa. Proporciona uma oportunidade única de obter informações sobre regras comportamentais clássicas, comunicação, educação, trabalho, actividades quotidianas, tradições, tempos livres e costumes. Posta em prática, esta actividade tem a capacidade de captar a atenção de públicos de várias idades.

Por outro lado, o “New Start” consiste num manual educativo que transmite valores europeus como liberdade, igualdade, tolerância e direitos civis para a compreensão e integração, bem como dicas sobre a inserção em Portugal.

O conceito do “Dinner Club” pode ser adaptado a cada equipamento, sendo que o que se pretende é que seja um espaço de encontro intercultural e inter-religioso com um programa de estrutura diversificada, exposições de arte e música ao vivo, entre outras actividades. O Centro Comunitário de Inserção, por exemplo, já está a preparar um espaço com estas características no seu equipamento, ao qual deram o nome de Biblioteca Comunitária e sobre a qual disponibiliza mais informações em https://caritascoimbra.pt/2020/noticias/caritas-coimbra-lanca-campanha-de-recolha-de-livros-para-criacao-de-biblioteca-comunitaria/.

O jogo poderá a partir de agora ser utilizado em dinâmicas de grupo ou até mesmo em contexto de atendimento. Já o manual vai servir de apoio ao atendimento aos utentes e como material didáctico e de formação. O objectivo é que estes materiais cheguem ao maior número de equipamentos e sejam utilizados pelo maior número de pessoas numa aposta na inclusão social e facilitação do acesso à informação.