Coimbra  21 de Maio de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Posto de Turismo do Piódão é finalista de prémio de arquitectura europeu

20 de Fevereiro 2024 Jornal Campeão: Posto de Turismo do Piódão é finalista de prémio de arquitectura europeu

Foto: O projecto foi idealizado por João Branco e Paula del Río do ateliê Branco Del Rio

 

O Posto de Turismo do Piódão é um dos sete projectos finalistas do prestigiado prémio de arquitectura Mies van der Rohe, conforme anunciado hoje pela organização responsável, composta pela fundação que leva o nome do arquitecto e pela Comissão Europeia.

O projecto, idealizado por João Branco e Paula del Río do ateliê Branco Del Rio, para a Praça e o Posto de Turismo do Piódão, localizado no concelho de Arganil, emergiu como um dos dois finalistas na categoria Emergentes, ao lado da Biblioteca Gabriel García Marquez, em Barcelona, da SUMA Arquitectura.

Esta distinção coloca o projecto português em destaque entre os demais, competindo com obras notáveis como a Galeria de Arte Contemporânea Platoem Ostrava, na República Checa, o Pavilhão de Estudos no Campus da Universidade Técnica de Braunschweig, na Alemanha, a Escola Reggio, em Madrid, o Renascimento do Convento Saint-François em Sainte-Lucie-de-Tallano, em França, e o Hageem Lund, na Suécia.

O júri realizará visitas às cinco obras finalistas em Março, e os vencedores de ambas as categorias serão revelados a 25 de Abril, com a cerimónia de premiação marcada para 14 de Maio, conforme comunicado oficial da organização.

O presidente da Câmara de Arganil, Luís Paulo Costa, expressou satisfação com o reconhecimento, destacando a importância do prémio como uma vitória significativa para a região. Luís Costa sublinhou ainda que esta nomeação é especialmente notável, considerando que o projecto competiu com mais de 200 outras propostas, sendo o único representante nacional entre os finalistas.

O projecto de requalificação do Largo Cónego Manuel Fernandes Nogueira e a reabilitação do edifício do Posto de Turismo do Piódão, inaugurado em Novembro de 2022, representou um investimento de 930 mil euros, dos quais 400 mil foram financiados pelo Turismo de Portugal.

Para Luís Costa a transformação do espaço, anteriormente utilizado de forma inadequada, numa área exclusivamente pedonal, bem como a utilização de materiais tradicionais, como a pedra de xisto, foram aspectos decisivos na nomeação do projecto.

Com 12.806 visitantes no ano passado, dos quais 3.025 estrangeiros, o Posto de Turismo do Piódão tem sido um ponto de interesse crescente, juntamente com o núcleo museológico, que registou 6.319 entradas, incluindo 1.210 visitantes estrangeiros.

O próximo objectivo da autarquia é obter a classificação da aldeia como monumento nacional, com planos para resolver questões pendentes, como fachadas e coberturas, e melhorar a acessibilidade para os visitantes.

A candidatura do Piódão à condição de monumento nacional faz parte de um esforço mais amplo para elevar o estatuto das 12 Aldeias Históricas de Portugal, entre as quais se destaca pela sua singularidade a aldeia presépio, inserida na serra do Açor.