Coimbra  28 de Julho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Portugal com sete mortes, 2 436 novos casos e mais internamentos

2 de Julho 2021 Jornal Campeão: Portugal com sete mortes, 2 436 novos casos e mais internamentos

Portugal regista hoje sete mortes atribuídas à covid-19, o número mais elevado desde meados de Maio, 2 436 novos casos de infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2, e um aumento nos internamentos, segundo os dados da Direcção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o dia 15 de Maio, quando se registaram sete mortes, que o número de óbitos diários não era tão elevado.

No boletim epidemiológico da DGS assinala-se que estão hoje internadas 532 pessoas com covid-19, mais 23 do que na quinta-feira, 118 das quais em unidades de cuidados intensivos, mais cinco.

A área de Lisboa e Vale do Tejo tem 56,2% do total das novas infecções, concentrando 1 371 novos casos.

As sete mortes nas últimas 24 horas, de pessoas com mais de 80 anos e na faixa etária entre os 70 e os 78 anos, ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (5), na região Norte (1) e na região do Alentejo (1).

Os dados divulgados pela DGS mostram também que há mais 1 174 casos activos, totalizando 35 855 e que 1 255 pessoas foram dadas como recuperados nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 831 479 recuperados.

Desde o início da pandemia, em Março de 2020, morreram em Portugal 17 108 pessoas e foram registados 884 442 casos de infecção.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde registou um elevado aumento nas últimas 24 horas, 2 588, totalizando 55 848.

A incidência da infecção com o coronavírus SARS-CoV-2 em Portugal continental continua em crescimento, estando hoje nos 194,2 casos por 100 000 habitantes, assim como na totalidade do território que é agora de 189,4, revelam dados oficiais.

Na quarta-feira, a incidência da infecção com o coronavírus SARS-CoV-2 em Portugal continental estava nos 176,9 casos por 100 000 habitantes, enquanto o valor para a totalidade do território se situava nos 172,8.

De acordo com o boletim epidemiológico conjunto da Direcção-Geral da Saúde (DGS) e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), o índice de transmissibilidade (Rt) subiu de 1,14 para 1,16 em todo o território nacional e de 1,15 para 1,17 em Portugal continental.

Os dados do índice de transmissibilidade e da incidência a 14 dias são actualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

Na região Centro registaram-se mais 178 casos, acumulando-se 122 520 infecções e 3 027 mortos.