Coimbra  17 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Porto da Figueira da Foz lança empreitada de novo edifício

30 de Outubro 2018

A administração do porto da Figueira da Foz lançou o concurso para a construção de um novo edifício polivalente no cais comercial, num investimento orçado em cerca de um milhão de euros, foi hoje anunciado.

O futuro edifício “irá concentrar todas as principais entidades e operadores portuários de forma a permitir a demolição de estruturas obsoletas, o que irá melhorar toda a movimentação portuária no futuro”, salienta aquela entidade.

Este projecto prevê um prazo de construção de 270 dias, ou seja, em condições normais, em finais de 2019 estará disponível a utilização do novo edificado.

No dia em que o porto da Figueira da Foz comemora 52 anos, a administração reuniu extraordinariamente “para aprovar vários processos essenciais e imprescindíveis aos desígnios de melhoria, crescimento e valorização da estrutura portuária destinados às diferentes vertentes comercial, piscatória e recreativa”.

Na ordem de trabalhos, constava, também, a aprovação da adjudicação do “Projecto do Aprofundamento do Porto da Figueira da Foz” (inclui o Estudo de Impacte Ambiental), no montante de 250 000 euros, com um prazo de execução de 160 dias.

Este projecto resulta “da resolução do Conselho de Ministros n.º 175/2017, de 24 de Novembro, onde foi aprovado o investimento para a ‘Melhoria das Acessibilidades Marítimas e Infraestruturas no Porto da Figueira da Foz’, que está estimado em cerca de 16 milhões de euros”.

A administração lançou também, hoje, o concurso para a adjudicação do “Estudo de Mercado e Avaliação Estratégica” do porto, no montante de 75 000 euros e um prazo de execução de 180 dias.

Este investimento insere-se no “Projecto Transfronteiriço entre Portugal – Espanha (2014-2020): Rede Cidades do Norte e Centro de Portugal e Castela e Leão/Espanha para promoção de rede de transportes e logística destas regiões”.

Neste contexto, os recentes protocolos assinados com a Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e com o Instituto Politécnico de Leiria vão “permitir alguns estágios de mestrado para potenciar e promover o porto da Figueira da Foz no ‘hinterland’ a sul, privilegiando a região de Leiria e oeste, bem como os corredores transfronteiriços da Guarda e Castelo Branco”.

Na primeira quinzena de Novembro, a administração vai iniciar dragagens de manutenção “essencialmente virada aos enfiamentos piscatório e comercial, de cerca de 100 000 metros cúbicos”.

“Está ainda programada uma dragagem de 120 000 metros cúbicos no período inicial de 2019 para permitir a ‘injecção’ do dragado na componente do reforço dunar da praia da Cova Gala, junto ao quinto esporão, decorrente de um protocolo com a Agência Portuguesa do Ambiente”, refere a administração do porto da Figueira da Foz.

Para hoje, estava previsto um conjunto de actividades no exterior dirigidas à comunidade para assinalar o “Dia do Porto da Figueira da Foz”, que acabaram por ser canceladas devido aos estragos provocados pela tempestade Leslie, na noite do dia 13.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com