Coimbra  25 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Porto: Condenado reitor da Universidade de Fernando Pessoa

18 de Maio 2018 Jornal Campeão: Porto: Condenado reitor da Universidade de Fernando Pessoa

O reitor da Universidade de Fernando Pessoa, Salvato Trigo, que estava acusado de ter desviado dinheiro da instituição em benefício próprio, foi condenado, hoje, no Porto.

O Tribunal da comarca portuense, que deu como provado o cometimento de crime de infidelidade patrimonial em prejuízo da Fundação de Fernando Pessoa (FFP), entendeu suspender a execução da pena de 15 meses de cadeia.

O juiz José Guilhermino Freitas, que deferiu um requerimento para vedar o acesso dos jornalistas à audiência de julgamento na fase de produção de prova, decidiu, ainda, que a sociedade Erasmo fica obrigada a pagar ao Estado 2,20 milhões de euros, montante em que a FFP foi prejudicada. O organismo pode requerer, entretanto, tal verba ao Estado.

A avaliar pela sentença, foram provadas cinco situações demonstrativas de que o arguido decidiu montar medidas para que “património da FFP passasse para a sociedade Erasmo”.

Há cerca de 20 anos, Salvato Trigo tinha sido condenado a 10 meses de prisão, pena cuja execução também foi suspensa, no âmbito de um processo que envolvia desvio de subsídio do Fundo Social Europeu quando ele era director da Escola Superior de Jornalismo do Porto.