Coimbra  26 de Fevereiro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Pombal: Presidente da Junta de Vermoil morreu de doença súbita

18 de Janeiro 2020

A Câmara de Pombal decretou, hoje, três dias de luto municipal pela morte de Carlos Santos, presidente da Junta de Freguesia de Vermoil, que faleceu subitamente este sábado, ao início da tarde, aos 56 anos.

Natural da Ranha de Baixo, concelho de Pombal, e residente em Matos da Ranha, freguesia de Vermoil, Carlos José Mendes Santos era casado, pai de dois filhos e avô de dois netos.

Empresário de profissão, o autarca “foi um exemplo na dedicação à causa pública e à sua comunidade”, escreveu o presidente da Câmara de Pombal, Diogo Mateus, no despacho que decreta o luto municipal entre amanhã e segunda-feira.

Membro da Assembleia de Freguesia de Vermoil (1989 a 1997) e da Junta de Freguesia (secretário desde 1997, integrando os executivos José da Mota Marques e Ilídio da Mota), tendo sido eleito presidente em 2017, Carlos Santos, “dedicou a sua vida à causa pública, sendo particularmente acarinhado pela população”, tendo liderado a Associação Vizinhos e Amigos dos Matos da Ranha e Associação Clássicos de Vermoil, foi vogal na Associação Produtores Florestais Pombal desde 2007, voluntário, desde 2006, nas Brigadas Autárquicas de Protecção Civil e Vigilância Florestal da Freguesia de Vermoil.

Na página da Junta na rede social Facebook é referido que aquela freguesia “está de luto, pela perda do seu presidente, que era um Homem de convicções (…) está de luto pela perda de um amigo”, salientando-se a gratidão “por todo o trabalho e dedicação”.

Entre amanhã e segunda-feira a bandeira do Município de Pombal estará a meia-haste em todos os edifícios camarários “e outros que se queiram associar a esta sentida homenagem”, informa o decreto assinado por Diogo Mateus, que expressa “as mais profundas e sentidas condolências a toda a família”.

(Jornal Terras de Sicó)

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com