Coimbra  30 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Politécnico de Coimbra inicia Escola de Verão

31 de Julho 2020 Jornal Campeão: Politécnico de Coimbra inicia Escola de Verão

O i2A, Instituto de Investigação Aplicada e o CERNAS (Centro de Recursos Naturais, Ambiente e Sociedade) iniciaram, ontem (30), a Escola de Verão em “Investigação para a sustentabilidade e o desenvolvimento”, que engloba docentes de todas as unidades orgânicas de ensino do Politécnico de Coimbra (IPC).

António Dinis Ferreira, director do CERNAS e responsável pelo projecto, saudou os participantes e afirmou que o IPC “quer ajudar os melhores estudantes a desenvolverem as suas competências e a terem oportunidade de ingressar em programas de doutoramento nas melhores universidades internacionais”.

Para o responsável, a frequência desta Escola de Verão é o primeiro passo desse percurso, realçando a importância da mesma na valorização do currículo do estudante no âmbito de uma carreira científica. António Dinis Ferreira alertou, ainda, os jovens participantes para as dificuldades da vida de investigador e para a necessidade de uma boa preparação com vista a ultrapassar as adversidades.

A sessão de abertura decorreu na Escola Superior Agrária de Coimbra, na presença dos estudantes participantes e de vários docentes que integram a iniciativa.

O curso acolhe 15 estudantes de licenciatura e mestrado de várias instituições de ensino superior e incide nas múltiplas dimensões da sustentabilidade (social, tecnológica, económica e ambiental), procurando dotar os formandos com competências para usar a IC&DT no desenvolvimento de soluções inovadoras para mitigar e resolver desequilíbrios e problemas associados, entre outros aspectos, a fenómenos extremos, de forte impacto na sociedade, como a actual pandemia de covid-19.

Os formandos beneficiam das dinâmicas de trabalho das equipas de investigação dos mais de 40 projectos em curso e das infraestruturas de investigação (Laboratórios VALOREN– Valorização de Recursos Endógenos e Naturais – e SISUS– Soluções Industriais Sustentáveis).

O plano do curso contempla três módulos presenciais, com contacto directo dos formandos com as equipas do IPC, compreendendo formação em sala de aula e estágios de prática laboratorial e de campo, que decorrem até dia 30 de Outubro.

De acordo com o responsável, este Curso de Verão está a testar um conjunto de soluções de docência para mitigar os riscos de transmissão em actividades lectivas presenciais no contexto da pandemia de covid-19.