Coimbra  15 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Politécnico de Coimbra discute programa Erasmus

20 de Maio 2019

O Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) acolhe desde de hoje e até sexta-feira mais de 60 participantes na “Erasmus+ Global Week”, evento no qual são debatidos “os desafios globais da internacionalização do ensino superior da próxima década”.

“Será uma semana de intenso debate de problemáticas comuns e de procura de soluções e oportunidades num ambiente multicultural de partilha de conhecimentos e boas práticas”, explica Maria João Cardoso, pró-presidente e coordenadora institucional das Relações Internacionais do IPC.

Os participantes da “Erasmus+ Global Week” são dirigentes e responsáveis das Relações Internacionais das várias instituições e também professores europeus, que vêm realizar as suas missões de ensino ao Politécnico de Coimbra. Algumas destas participações são resultantes de projectos internacionais em curso.

De acordo com o programa, irão discutir a próxima geração de programas europeus, que entrarão em vigor em 2021, e que constituem o quadro de referência para o desenvolvimento da cooperação internacional.

“É um momento importante para o Politécnico de Coimbra, porque não só projectamos a qualidade e diversidade da nossa instituição no mundo, como proporcionamos uma excelente ocasião a toda a comunidade do IPC, estudantes, docentes e funcionários, para explorarem oportunidades de internacionalização”, refere Maria João Cardoso.

A pró-presidente acrescenta que “conhecer e debater os aspectos mais relevantes das propostas da Comissão Europeia é fundamental para poder antecipar caminhos e preparar o futuro”.

No total, são 62 participantes provenientes de 44 instituições de ensino superior, totalizando 22 países. Em relação ao ano passado, a participação internacional alargou para fora da União Europeia e Brasil, com a participação de instituições com as quais o IPC tem projectos internacionais e que são originárias de países como o Azerbaijão, a Geórgia, a Federação Russa ou a Arábia Saudita.

No programa do evento, Maria João Cardoso destaca a conferência internacional, coorganizada com a Agência Nacional Erasmus+, amanhã (terça-feira), com a presença do secretário-geral da EURASHE, Associação Europeia das Instituições de Ensino Superior, família europeia das Universidades de Ciências Aplicadas de que o IPC faz parte.

“O objectivo é conhecer, compreender e debater os próximos desafios que esperam o ensino superior e que são relevantes para a estratégia de Relações Internacionais do Politécnico”, explica Maria João Cardoso, acrescentando que, “tendo sido dada essa possibilidade, diversas Instituições de Ensino Superior portuguesas efectuaram o registo para assistir à conferência”.

A pró-presidente refere ainda a Feira Internacional, na quarta-feira, em que todas as instituições vão poder contactar com a comunidade do Politécnico de Coimbra – docentes, não docentes e estudantes.

A par da conferência decorre um programa cultural que inclui visitas ao Museu Aliança Underground (em Sangalhos, Anadia), Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, Portugal dos Pequenitos, Quinta das Lágrimas, Eco Museu e Salinas na Figueira da Foz.

O programa completo da conferência, que vai ser repartida por diversas escolas do IPC, pode ser consultado em: http://globalweek.ipc.pt/work_program.html.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com