Coimbra  13 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Politécnico de Coimbra adere a Aliança ODS e reforça compromisso sustentável

19 de Fevereiro 2021 Jornal Campeão: Politécnico de Coimbra adere a Aliança ODS e reforça compromisso sustentável

O Politécnico de Coimbra (IPC) aderiu à Aliança ODS Portugal, assegurando o compromisso de trabalhar para a realização dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), aprovados pela Assembleia Geral das Nações Unidas em Setembro de 2015.

A Aliança ODS Portugal conta com um número alargado de Organizações e de personalidades, ao qual se junta agora o Politécnico de Coimbra.

Para Ana Ferreira, vice-presidente do IPC, a decisão de aderir à Aliança ODS reforça o caminho que o Politécnico de Coimbra tem vindo a traçar e pretende continuar a construir “em prol de uma comunidade e uma sociedade mais sustentáveis, posicionando-se como parte interessada e parceira ao nível da promoção, concretização e partilha de boas práticas para o desenvolvimento sustentável”. A responsável reforça, ainda, que esta aliança é uma aposta na sensibilização da comunidade, através de um trabalho conjunto de governos, instituições, empresas e cidadãos de todo o mundo, de “promover a prosperidade e o bem-estar de todos, proteger o ambiente e combater as alterações climáticas, assim como acabar com a pobreza”.

O Politécnico de Coimbra assume, assim, como prioridade a sensibilização, informação, concretização de acções, monitorização e readaptação do seu plano de acção para os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável no plano nacional.

Numa estratégia de promover a mudança pelo exemplo, o IPC tem implementado diversas acções apoiadas nos ODS, destacando-se o projecto “Politécnico de Coimbra +Sustentável”, sob o qual foram entregues garrafas de vidro a todos os trabalhadores e novos alunos da Instituição assim como à gestão de topo das diversas Unidades Orgânicas (UO) que a constituem, e serão disponibilizados ecopontos e dispensadores de água da rede nos diversos edifícios.

Foram também tomadas medidas em termos de prevenção do desperdício alimentar nas cantinas e cafetarias e foi integrado o projecto “Centro Green Deal”, através do qual se tem desenvolvido a economia circular com a inclusão de critérios circulares em alguns dos procedimentos de aquisição da instituição.

Mais recentemente, destaca-se a aquisição de bicicletas eléctricas e convencionais a disponibilizar em locais estratégicos do IPC e a renovação do Galardão Eco-Escolas por todas as UO de ensino, como resultado do trabalho desenvolvido por um planeta mais verde e um estilo de vida mais activo saudável, salientando-se o percurso contínuo que se ambiciona continuar a traçar.

A Aliança ODS Portugal é uma iniciativa da Global Compact Network Portugal, a rede portuguesa do United Nations Global Compact (UNGC), criada na sequência da aprovação da Agenda 2030 e dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) pela Assembleia Geral das Nações Unidas, com a missão de incentivar a participação do sector empresarial na sua concretização, criando oportunidades de diálogo e cooperação entre as diferentes partes interessadas, designadamente com a Academia.

É intenção da organização sensibilizar, informar, concretizar, monitorizar e avaliar a contribuição do sector empresarial para os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável no plano nacional, não anulando a possibilidade de envolvimento em projectos internacionais, nomeadamente de países abrangidos pela Cooperação Portuguesa e Europeia. Para concretizar esta missão, a aliança pretende disponibilizar instrumentos desenvolvidos pelo UNGC e outras Agências da ONU, criar e manter canais de troca de informação com as partes interessadas, criar e manter comissões especializadas por ODS, organizar eventos e apoiar iniciativas académicas, de empresas, da Administração Pública ou da sociedade civil, entre outras actividades.