Coimbra  15 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Policiamento na Baixa de Coimbra deixa comerciantes mais seguros

26 de Outubro 2023 Jornal Campeão: Policiamento na Baixa de Coimbra deixa comerciantes mais seguros

O patrulhamento de proximidade da PSP na Baixa de Coimbra deixa os comerciantes mais seguros e tem ajudado a reduzir a pequena criminalidade, refere o comissário Santos Loureiro.

Há mais de ano e meio que a segunda esquadra da cidade, situada na Baixa, efectua diariamente acções de patrulhamento junto do comércio tradicional, que aos fins-de-semana são estendidas às zonas de maior afluência de pessoas, como o Portugal dos Pequenitos, Parque Verde do Mondego e parque do Choupal, entre outros.

“Contactamos comerciantes e pessoas com o objectivo de transmitir um sentimento de segurança e mostrar que estamos presentes nos locais, o que, de certa forma, dá algum conforto”, salienta Santos Loureiro, numa acção acompanhada pela agência Lusa no final da tarde de quarta-feira.

Acompanhado dos agentes de primeira Carlos Mendes e Tiago Sousa, o comandante da segunda esquadra da PSP frisou que o facto de os polícias percorrerem a Baixa da cidade “é um efeito dissuasor da criminalidade, que tem reduzido”.

“Nota-se uma redução da criminalidade, que é residual e momentânea”, sublinhou o comissário, realçando que o patrulhamento de visibilidade ocorre ao final da tarde, quando as lojas estão para encerrar, por ser considerado um período mais crítico.

Os comerciantes sentem-se seguros e satisfeitos com a atuação da polícia e Idalinda Oliveira, proprietária de uma pastelaria, na Rua Visconde da Luz, junto à Praça 8 de Maio, considera a presença regular dos agentes como “uma mais-valia para a Baixa”.

Evita muitas coisas

“É muito bom [o patrulhamento de visibilidade], porque evita muitas coisas que não interessam, já que basta a presença dos polícias para mandar respeito”, acrescentou a comerciante, depois de ser visitada pelos agentes.

Para o vendedor de castanhas Miguel Loureiro, instalado na Praça 8 de Maio desde 2017, em frente a Santa Cruz, o patrulhamento da PSP “é muito bom para as pessoas sentirem confiança”. “Se não andar aqui a polícia, isto torna-se mais inseguro. Nunca assisti a assaltos, mas já vi abordagens de pessoas que andam a pedir e são insistentes”, disse Miguel Loureiro, notando este ano a zona “mais limpa de canalhada”.

A acção de patrulhamento de proximidade da PSP visou também afastar a ideia dos comerciantes de que não existia policiamento, uma questão que era recorrentemente reclamada.

“O Polícia cria um sentimento de segurança para as pessoas e provoca um efeito dissuasor e preventivo da criminalidade”, sustentou o comissário Santos Loureiro.

Os agentes Carlos Mendes e Tiago Sousa consideram que o contacto pessoal com os comerciantes e as pessoas lhes traz outro conhecimento do terreno, além de aumentarem o sentimento de segurança dos lojistas e de quem circula nas ruas da Baixa de Coimbra.