Coimbra  26 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Plural presenteia três instituições do Centro, Norte e Sul

15 de Dezembro 2016 Jornal Campeão: Plural presenteia três instituições do Centro, Norte e Sul

No âmbito da sua responsabilidade social e como tradicionalmente, nesta época, a Plural – Cooperativa Farmacêutica, Crl, oferece donativos a algumas instituições, numa “homenagem ao trabalho que vêm desenvolvendo em prol de uma sociedade mais justa, minorando tanto quanto possível os problemas dos que mais sofrem e precisam”.

A Plural vai, por isso, apoiar três Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS´s): Fundação Madre Sacramento–Equipa de Intervenção Social Ergue-te, de Coimbra; Mundos de Vida–Associação para a Educação e Solidariedade, de Lousado, em V. N. Famalicão; e União Mutualista Nossa Senhora da Conceição, no Montijo.

“Mais do que distribuir medicamentos, a Plural tem esta responsabilidade acrescida e temos tentado diversificar as instituições e a área geográfica onde se encontra, até porque a empresa já cobre o território nacional”, explicou Miguel Silvestre, presidente da Direcção da Plural, acrescentando que esta iniciativa serve, também, “para dar oportunidade às instituições de se darem a conhecer, podendo ser o despertar da sociedade para alguns dos problemas que existem”.

As organizações são escolhidas de acordo com o espírito do apoio que querem prestar, tentando fazê-lo “de uma forma justa”, salientou.

Na Ergue-te, o donativo vai permitir levar avante os projectos de promoção da saúde primária, destinados, essencialmente, a prostitutas, que decorre em parceria com o Centro de Saúde de Fernão de Magalhães e com o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).

Já para a Associação para a Educação e Solidariedade, de Vila Nova de Famalicão, o apoio da Plural irá permitir continuar com a missão de “afirmar os direitos e responder às necessidades das crianças, das pessoas idosas e das suas famílias”.

No caso da União Mutualista Nossa Senhora da Conceição, no Montijo, o donativo servirá para continuar o seu trabalho nas áreas da infância, idosos e apoio à comunidade.

Uma vez que a empresa faz parte da chamada “economia social”, devido à sua natureza jurídica, “para além do desenvolvimento de uma actividade inserida no sector da distribuição farmacêutica como fornecedora de medicamentos e prestadora de serviços de retaguarda às farmácias de oficina, tem, ainda, uma responsabilidade social acrescida e exerce-a com vocação e entusiasmo”, realça a Plural.

A empresa, sensível às causas sociais, vai, este ano, patrocinar a ceia de Natal dos utentes do Centro de Apoio ao Sem Abrigo (CASA), uma acção excepcional e um apoio menor mas que se justifica pela Plural ser “susceptível a todas as causas”.