Coimbra  27 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Plano de pavimentações da Câmara de Cantanhede prossegue em Ançã

12 de Novembro 2020 Jornal Campeão: Plano de pavimentações da Câmara de Cantanhede prossegue em Ançã

A actividade da brigada de aplicação de tapete da Câmara Municipal de Cantanhede prossegue em bom ritmo o programa de requalificação da rede viária do concelho, nos termos de uma planificação que abrange todas as freguesias. Nesta altura está em curso a pavimentação de estradas e arruamentos da freguesia de Ançã, nomeadamente a ligação entre Bairro de São Miguel e a Quinta das Rapadas, a Travessa n.º 1 da Rua do Vale e o Beco da Rua do Barreiro.

Intervencionadas serão ainda a Estrada da Maxia, a Rua da Cavada e a Rua Nossa Senhora da Esperança, no lugar da Granja de Ançã.

Estas obras inserem-se num vasto programa de reabilitação da rede viária de todo o território concelhio que começou no corrente ano e que ascende a mais de 10 milhões de euros. O investimento contempla a aplicação de tapete em estradas de todas as freguesias, seja através de empreitadas adjudicadas ou a adjudicar para o efeito ou por administração directa, neste caso com recurso aos meios técnicos e equipamentos de que a autarquia dispõe num sector próprio da Divisão Administração Directa e Apoio às Freguesias.

O programa, que se prevê estar concluído em 2022, foi iniciado na sequência de um diagnóstico exaustivo às condições de circulação de todas as vias do concelho, após feito o planeamento das obras a realizar de modo a resolver mais rapidamente a situação das estradas com maior índice de degradação.

É de salientar ainda que algumas das intervenções previstas terão de aguardar pela conclusão de outro tipo trabalhos que envolvem a abertura de valas nos pavimentos, nomeadamente ao nível do saneamento, da rede de distribuição de água e da instalação de cabos de fibra ótica. Outra aposta forte será o reforço da sinalização horizontal e vertical, merecendo especial atenção as escolas e zonas pedonais, onde serão intensificados os mecanismos propícios a disciplinar a circulação do trânsito nas suas imediações.